Sema e ICV unem esforços para impulsionar políticas públicas ambientais


0

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e Instituto Centro de Vida (ICV) assinaram nesta terça-feira (02.03) um Termo de Cooperação Técnica para consolidação de políticas públicas para valorização da floresta em pé e para auxiliar na validação do Cadastro Ambiental Rural. Os recursos para o financiamento das atividades foram obtidos por meio do fundo criado pela Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF Task Force), já o projeto Valida CAR será financiado pela Gordon e Betty Moore Foundation.

O primeiro projeto, foi proposto por meio de uma parceria entre as instituições irá promover a capacitação dos profissionais que participam dos debates em torno das questões das mudanças climáticas, transparência e disponibilização das informações ambientais para a sociedade civil, apoio aos povos da floresta, principalmente comunidades indígenas. Também é objetivo da união a elaboração de mapa da vegetação do estado e de municípios vulneráveis.

Já o projeto ‘Valida CAR’ prevê a elaboração de diagnóstico para identificar os principais gargalos na validação dos cadastros, apontando iniciativas e possíveis soluções, além de um levantamento dos custos para análise dos cadastros em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais. O acordo prevê ainda o levantamento de potenciais financiadores para apoiar as iniciativas de validação do CAR.

“A união da Sema com o ICV para apoiar políticas públicas que já vinham sendo desenhadas pelo corpo técnico da secretaria é importante para trilharmos o caminho da gestão compartilhada, conforme previsto na nossa própria Constituição Federal. A Carta Magna é clara ao expor que o meio ambiente é dever e direito de todos os cidadãos”, reforçou a secretária de Estado de Meio Ambiente Mauren Lazzaretti. De acordo com a gestora, outros acordos estão em andamento na secretaria para fortalecimento das políticas públicas ambientais.

A diretora adjunta do ICV, Alice Thuault, considera a decisão da atual gestão em dar continuidade aos projetos acertada. “Mato Grosso mais uma vez assume o protagonismo frente às políticas públicas ambientais, e dessa vez será protagonista em relação à comercialização de créditos pela redução das emissões de carbono”, elogiou.

Deixe um comentário