Mulher é morta com tiro de espingarda no rosto no dia do aniversário do filho


0
Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Fonte:Olhar direto

Uma mulher identificada como Débora de Oliveira Silva, 37 anos, foi morta com um tiro no rosto, na manhã desta segunda-feira (8), no Distrito Caravágio, em Sorriso (a 418 quilômetros de Cuiabá). O principal suspeito do crime é o ex-marido da vítima, o qual ela estaria discutindo antes de ser atingida pelo disparo de uma espingarda calibre 20., que deixou seu rosto desfigurado. 
 

De acordo com informações da Polícia Civil, a suspeita é de que o homem não aceitaria o fim do relacionamento. Nesta segunda-feira, dia do aniversário de um dos quatro filhos do casal, ele teria invadido a residência e efetuado dois disparos contra Débora, mas somente um acertou o rosto da vítima. O tiro também acertou a mão, pois ela teria tentado se defender.
 
Uma equipe de resgate da concessionaria que administra a rodovia MT-242 foi acionada e socorreu a mulher em estado grave. Ela foi levada ao Hospital Regional de Sorriso, mas não resistiu aos ferimentos e morreu após uma parrada cardiorrespiratória. A Polícia Militar tenta localizar o suspeito do crime.

MT têm duas mulheres mortas por semana nos primeiros três meses de 2019

Em apenas três meses, 24 mulheres foram mortas em Mato Grosso, sendo que 12 foram vítimas de feminicídio [homicídio cometido contra mulheres que é motivado por violência doméstica ou discriminação de gênero]. Isto dá uma média de uma morte a cada três dias e meio ou duas a cada uma semana.

Os casos tipificados como feminicídios correspondem a 50% das mortes de mulheres no estado, registradas entre janeiro e março de 2019. Vale ressaltar que este é um levantamento prévio, que ainda pode sofrer alteração, em função do andamento das investigações. Isso porque em alguns casos o feminicídio é uma circunstância que surge no decorrer do inquérito.
 

Deixe um comentário