Antes de fechar com Felipão, Cruzeiro tentou contratar treinador do Cuiabá


0
Foto: Asscom Dourado

Fonte: Olhar Direto

Vivendo um período extremamente conturbado, com uma péssima campanha na série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tentou a contratação do treinador Marcelo Chamusca, do Cuiabá Esporte Clube, atual líder da competição. Com a recusa do profissional, o clube mineiro voltou a investir em Felipão, que aceitou um projeto de três anos para virar uma espécie de manager.

Felipão foi procurado uma primeira vez pela direção do Cruzeiro para assumir a equipe, que dispensou Ney Franco do comando, mas havia recusado a proposta. Sendo assim, os mineiros miraram outros alvos, como: Lisca, do América-MG, Umberto Louzer, da Chapecoense, e Marcelo Chamusca, do Cuiabá. Todos disseram não.

Chamusca tem feito uma ótima campanha com o Cuiabá este ano. O ‘Dourado’ é o atual líder da competição, com 32 pontos em 16 jogos. Por enquanto, apenas a Chapecoense, que tem duas partidas a menos, poderá tirar o primeiro lugar dos mato-grossenses.

O projeto do Cruzeiro, com contrato longo, ajudará Felipão a realizar um desejo antigo: trabalhar no campo e, depois, virar um “manager”. Projeto, este, que ele já ambiciona desde quando foi contratado pelo Grêmio, em 2014.

Felipão será o quarto treinador do Cruzeiro na temporada. Além de Ney Franco, o time já teve Adilson Batista e Enderson Moreira.

Na Série B, depois de 15 rodadas, a Raposa ocupa a penúltima posição, com 12 pontos. Hoje, as chances de acesso são de apenas 1,1%, segundo o site Probabilidades no Futebol, da Universidade Federal de Minas Gerais, A possibilidade de rebaixamento à Série C é de 52,5%.

Deixe um comentário