Júri absolve cunhado acusado de matar sargento da Polícia Militar a tiros


0
Foto: Reprodução

Fonte: Olhar Direto

O Tribunal do Júri de Peixoto de Azevedo (a 673 km de Cuiabá) absolveu M.O.S., principal suspeito de assassinar o sargento da Polícia Militar José Brasil dos Santos, a tiros, em fevereiro de 2011. A sessão ocorreu por videoconferência, a primeira deste tipo na Comarca, nesta quinta-feira (15).

Após cometer o crime o réu ficou foragido, mas acabou preso e aguardava julgamento no Paraná. A pandemia da Covid-19 impossibilitou a transferência do acusado e a Comarca teve a iniciativa de realizar o julgamento de forma remota.

O juiz Evandro Juarez Rodrigues foi quem conduziu a sessão de julgamento. Os jurados estavam presentes na sede do Fórum. A oitiva com várias testemunhas foi realizada também por videoconferência, já que algumas estavam em Sinop, em Mato Grosso, e outras no Paraná.

Além dos jurados, somente advogado, promotor e assessoria estavam presentes no plenário do Tribunal do Júri, respeitando todas as normas sanitárias, como o uso de máscaras, distanciamento, e disponibilização de álcool em gel 70%.

O sargento foi morto em fevereiro de 2011, a tiros, quando chegava em sua casa, no bairro Centro Antigo, em Peixoto de Azevedo. O autor do crime já o aguardava no local. O Tribunal do Júri acabou entendendo que o suspeito não cometeu o crime.

O acusado era cunhado do sargento e será colocado em liberdade, exceto se estiver preso por outro motivo. Ainda cabe recurso contra a sentença de absolvição.

Com informações do Só Notícias.

Deixe um comentário