Paulo Araújo cita apoio maciço de servidores e diz que Pinheiro será reeleito no dia 29


0
Foto: Rogério Florentino/OD

Fonte: Olhar Direto

Servidor público do Estado, o deputado estadual e aliado de primeira hora do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), Paulo Araújo (Progressistas), declarou que o apoio de forma maciça do funcionalismo público do Estado ao projeto de reeleição de Pinheiro será determinante para sua reeleição no dia 29 deste mês.

O deputado afirmou que participa de vários grupos de servidores de todos os segmentos e que percebeu uma grande migração do apoio da classe, que até então estava diluído entre outros candidatos.

Para Araújo, o apoio vai fazer com que Emanuel cresça nesta última semana de campanha e ultrapasse o vereador Abílio Júnior (Podemos), que hoje está pontuando melhora nas pesquisas.

“Temos que trabalhar, ainda falta esta semana para as eleições, acredito no crescimento muito forte pela entrada dos servidores públicos tanto do município, quanto do Estado na campanha do prefeito Emanuel, coisa que ele ainda não tinha até então. Acredito que estes números tendem a mudar significa mente e creio muito na reeleição do Emanuel”, disse o parlamentar nesta terça-feira (24).

“Há uma movimentação muito forte do funcionalismo público do Estado e do município. Eram pessoas que não estavam engajadas, que estava apoiando outras candidaturas, então é um apoio forte para reeleição do Emanuel. Era um seguimento que até então não apoiava o Emanuel, estava diluído em outras candidaturas e houve uma migração mito forte, inclusive dos representantes dos sindicatos. Esta adesão está sendo espontânea, através dos próprios servidores de forma maciça”, afirmou.

Emanuel foi o segundo mais votado no primeiro turno e não conseguiu nenhum grande apoio político até então, mas na semana se reuniu com líderes sindicais de vários seguimentos, que descontentes com o rumo que a candidata Gisela Simona (Pros) tomou, migraram o apoio para sua candidatura.

Já o mais votado no primeiro turno, Abílio Júnior, que teve o apoio apenas do Cidadania e do PSC, além de seu partido, cresceu a sua base de aliados com a chegada dos candidatos derrotados Aécio Rodrigues (PSL), Gisela Simona, Roberto França (Patriota), além do governador Mauro Mendes (DEM).

Deixe um comentário