Mauro ‘desafia’ Macron a provar que França tem “10% dos ativos ambientais que Mato Grosso sozinho tem”


0
Foto: Jader Paes/ Agência Pará

O governador Mauro Mendes (DEM) não gostou das declarações do presidente Emmanuel Macron acerca da produção de soja no Brasil. Na noite da última quarta-feira (13), ele desafiou o francês a “provar que tem 10% dos ativos ambientais que Mato Grosso sozinho tem”. Mauro também disse que o estado é um dos que tem a maior parte de seu território natural preservado.

“É lamentável que um presidente de um país tão importante como a França faça uma declaração tão irresponsável como essa. Ele não conhece o Brasil, ele não conhece a Amazônia, ele fala de algo que ele não conhece. Ele está falando, na verdade, uma imbecilidade para um presidente que temo dever de defender a sua economia, os seus produtores, que são grandes concorrentes do Brasil”, declarou o governador.

Na última terça-feira (12), Macron afirmou em suas redes sociais que “continuar a depender da soja brasileira seria ser conivente com o desmatamento da Amazônia”. Por meio de um vídeo publicado no Twitter, o presidente disse que tenta produzir soja na Europa para diminuir esta dependência. Mato Grosso é o maior produtor de grãos do Brasil.

Para Mauro, a fala de Macron não corresponde à verdade, e ele quer, na realidade, beneficiar a produção nacional. “Será muito bom para os produtores franceses, porque aí vão poder vender mais porque são ineficientes, incompetentes, junto com seu Macron, e fica falando aquilo que não é verdade. Mas eu acredito que o mundo precisa de alimentos, o mundo precisa de comprar esses alimentos e nós somos grandes produtores ambientais. Eu desafio qualquer região do planeta a provar que produza mais alimentos e tenha 62% de seu território preservado, como há um século, há um milhão de anos, há mil anos atrás, Mato Grosso tem isso. Então isso tem que ser respeitado pelo Macron e pelo mundo”, finalizou o governador.

Fonte – Olhar direto – Isabela Mercuri

Deixe um comentário