Botelho ironiza reclamações de Lúdio sobre disputa pela Mesa e diz que petista pode montar chapa


0

Demonstrando bom humor, apesar de ter sido impedido de continuar na Presidência da Assembleia Legislativa (ALMT), o deputado Eduardo Botelho (DEM) provocou o colega parlamentar Lúdio Cabral (PT), nesta terça-feira (23), que reclamou das articulações para a eleição da nova Mesa Diretora, após determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).,

De acordo com Lúdio, a chapa encabeçada pelo deputado Max Russi (PSB), que deve ser eleita durante sessão extraordinária na noite de hoje, não representa a renovação necessária para a ALMT. Afirma que o Legislativo terá uma Mesa ultragovernista. Botelho, por sua vez, afirmou que o petista é livre para articular uma chapa alternativa, como Sílvio Fávero (PSL), que tenta aglutinar apoio.

“Aqui nós vivemos uma democracia. O deputado Silvio Fávero montou uma chapa q você pode montar também. A maioria tem essa liberdade. Pode montar ou acompanhar um dos dois que estão montando”, declarou.

Botelho, que teve a recondução à Presidência barrada, deve alternar com Max, ocupando a primeira-secretária. Janaina Riva (MDB), que era a primeira-vice-presidente, também pretende continuar na Mesa, como segunda-secretária.

Lúdio discursou durante sessão na manhã de hoje e apontou erros já vistos na eleição de junho do ano passado, que acabou sendo anulada pelo STF. Segundo o petista, a chapa com Max, Botelho e Janaina é ultragovernista e tem o mesmo perfil que as eleitas na legislatura 2015-2018.

Além disso, defendeu que a nova Mesa seja composta por nomes realmente novos, que nunca estiveram em algum cargo de comando na Assembleia. Por fim, o parlamentar defendeu que seu correligionário, Valdir Barranco, que está internado em hospital de São Paulo, por conta da Covid-19, continue na chapa. O petista havia sido eleito como segundo-secretário, mas ficou de fora das articulações.

Fonte: Olhar Direto – Airton Marques / Do Local – Max Aguiar

Deixe um comentário