Sem leitos de UTI prefeito faz apelo à população após alta de casos;


0

O aumento de casos de Covid-19 tem preocupado a Prefeitura de Araputanga (338 km de Cuiabá). Na última sexta-feira (30), o prefeito Enilson de Araújo Rios (Solidariedade) publicou um vídeo nas redes sociais fazendo um apelo à população. O município não conta com leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) e na última semana, em apenas um dia, transferiu cinco pacientes para Cuiabá.

Até às 8h30 desta segunda-feira (3), Araputanga havia registrado 1.562 casos confirmados, destes, 36 foram a óbito. Em 3 de abril, o município tinha 1.370 casos de Covid-19. Ou seja, um aumento de 192 casos em um mês, o que corresponde também a cerca de 7 casos confirmados por dia para uma população de apenas 16 mil habitantes.

Em publicação feita na internet, nesta sexta-feira (30), Enilson, em frente ao Centro de Referência para a Covid do município, fala em tom de aflição sobre a quantidade de viagens feitas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na transferência de pacientes para Cuiabá.

Araputanga não conta com leitos de UTI, por isso, a maior parte dos pacientes que necessitam de apoio intensivo são regulados na Central de Vagas do Estado e transferidos para Cuiabá. Pontes e Lacerda também recebe uma pequena quantidade de pacientes, segundo informou o chefe do executivo municipal de Araputanga.

“Estamos muito preocupados com a situação que nós estamos vivendo aqui hoje, cinco viagens para Cuiabá, ou seja, nós estamos vivendo um momento crítico na saúde aqui de Araputanga”, disse Enilson. Em outro momento do vídeo, o prefeito, sem especificar de que forma, pediu para que a população da cidade se cuide. Enfatizou ainda a situação delicada que Araputanga tem enfrentado nos últimos dias.

“Infelizmente a nossa situação é bem complexa, quero pedir a todos os cidadãos que por favor se cuidem, vamos nos cuidar, porque infelizmente a Covid tá pegando e está muito complicado essa situação”, pediu Enilson.

Veja o video:

Nas últimas 24 horas, foram registradas as mortes de 35 mato-grossenses em decorrência da Covid-19. De acordo com boletim divulgado no fim da tarde deste domingo (2), foram mais 482 novos casos confirmados de sábado para domingo. No total, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou 363.848 casos e 9.840 óbitos. Entre as vítimas, uma mulher de 31 anos, que morava em Mirasol D’Oeste; e um idoso de 90 anos, em Tangará da Serra.

Dos 363.848 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.754 estão em isolamento domiciliar e 343.698 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 459 internações em UTIs públicas e 367 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 86,93% para UTIs adulto e em 46% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (77.331), Rondonópolis (26.750), Várzea Grande (24.744), Sinop (19.071), Sorriso (12.674), Tangará da Serra (11.914), Lucas do Rio Verde (11.370), Primavera do Leste (10.064), Cáceres (7.769) e Alta Floresta (6.986).

 

Fonte Olhar Direto – Michael Esquer

Deixe um comentário