Juiz manda Várzea Grande vacinar presos e agentes penitenciários

ecisão é do juiz Wladys Roberto Freire do Amaral, da 3ª Vara Especializada da Fazenda Pública

0
Reprodução

O juiz Wladys Roberto Freire do Amaral, da 3ª Vara Especializada da Fazenda Pública,  determinou que a Prefeitura de Várzea Grande promova a vacinação de todos os detentos do município em um prazo de 5 dias.

A decisão também determina a vacinação dos agentes penitenciários do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas e do Centro de Ressocialização de Várzea Grande, no mesmo prazo.

A decisão atende um mandado de segurança do Núcleo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso, que pediu que a vacinação dos presos e agentes seja realizada antes de continuar a imunização de pessoas que não fazem parte de algum grupo prioritário.

Várzea Grande já está vacinando pessoas de 35 a 59 anos sem comorbidade e, no sábado (10), abriu o pré-cadastro para vacinar as pessoas 30 a 34 anos sem comorbidade.

O juiz Wladys Roberto Freire do Amaral, da 3ª Vara Especializada da Fazenda Pública,  determinou que a Prefeitura de Várzea Grande promova a vacinação de todos os detentos do município em um prazo de 5 dias.

A decisão também determina a vacinação dos agentes penitenciários do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas e do Centro de Ressocialização de Várzea Grande, no mesmo prazo.

A decisão atende um mandado de segurança do Núcleo de Execução Penal da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso, que pediu que a vacinação dos presos e agentes seja realizada antes de continuar a imunização de pessoas que não fazem parte de algum grupo prioritário.

Várzea Grande já está vacinando pessoas de 35 a 59 anos sem comorbidade e, no sábado (10), abriu o pré-cadastro para vacinar as pessoas 30 a 34 anos sem comorbidade.

 

Fonte: Mídia News 

Deixe um comentário