Polícia localiza comprovantes de depósitos ao lado de corpo de mulher com mãos e pés amarrados


0
Reprodução

A Polícia Civil de Guiratinga (334 km de Cuiabá) encontrou comprovantes de depósitos ao lado do corpo de Luziana Moraes da Silva, 30 anos, que estava com as mãos e pés amarrados e a cabeça coberta por um pano, nesta terça-feira (20).

Segundo informações da Polícia Civil, a mulher estava desaparecida desde dia 11 de julho, quando falou com familiares pela última vez por volta do meio-dia. Na segunda-feira (12), a mãe de Luziana registrou um boletim de ocorrência por desaparecimento depois de buscar notícias da filha e não a localizar.

A partir do registro do desaparecimento, a equipe da Delegacia de Guiratinga iniciou diligências para localizar a vítima e as circunstâncias do desaparecimento.

No último sábado (17), os policiais realizaram varreduras em algumas áreas, uma delas em um assentamento, próximo ao rio Taboca, mas não localizaram nenhum vestígio da vítima.

Na manhã de terça-feira, os policiais realizaram mais uma varredura do outro lado da estrada do assentamento, em um local de difícil acesso. Ao longo do matagal, os investigadores encontraram recibos de depósito bancários em nome da vítima e mais a frente, observaram a terra remexida, com aparência de um buraco escavado.

A Perícia Técnica (Politec) e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados. Os policiais e peritos cavaram uma cova profunda e localizaram o corpo da vítima que estava com mãos e pés amarrados e a cabeça coberta com um pano. Luziana, aparentemente, não apresentava lesões causadas por disparos de arma de fogo.

A necropsia apontará a causa da morte e as investigações seguem com inquérito instaurado na Delegacia de Guiratinga para apontar a motivação e autoria do crime.

Fonte: Olhar Direto

Deixe um comentário