Secretário ressalta que vacinação em Cuiabá segue Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde

O gestor municipal enfatiza que a população deve se atentar a importância de comparecer aos postos de vacinação no dia do agendamento

0
Reprodução

O secretário municipal de Saúde, Célio Rodrigues da Silva reafirmou que  o processo de  imunização, por meio da campanha Vacina Cuiabá,  segue o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, que determina os grupos prioritários para a vacinação. Ainda segundo o gestor, o que precisa ser amplamente difundido é que toda vacina é importante e que as pessoas devem comparecer aos postos na data agendada. Por determinação do Governo Federal nenhum município pode realizar a compra de vacinas.

Para o secretário, “a maior clareza possível que existe é o Plano Nacional de Imunização e a capital tem seguido”, enfatizou. O gestor explicou também que atualmente a imunização em Cuiabá contempla o público de 45 a 49 anos acima. Contudo, a Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) abriu o cadastro para pessoas a partir dos 18 anos, cujas doses destinadas a este público mais jovem provêm dos agendados que faltam e não justificam no prazo de 48 horas.

“Muitos tem dado mais importância aos que tem vacinado acima de 18 anos, mas o foco não é esse. Temos que intensificar a mensagem que as pessoas têm que comparecer para serem vacinadas. Vacina boa é a vacina no braço. As pessoas tem que entender que o método eficaz e de prevenção é a vacina. Se todos os agendados comparecerem para se vacinarem não vai haver vacina para este novo público mais jovem”, destacou.

Ainda segundo o Célio, a Secretaria tem buscado vacinar as pessoas o mais rápido possível dentro da quantidade de doses destinadas ao município. “Precisamos entender que quanto maior o número de pessoas vacinadas, maior a chance da população inteira ser imunizada. Se tem aqueles que não querem vacinar, que faltam e atrapalham o andamento da imunização, o certo é deixar para quem realmente quer”, sentenciou. Nesta terça-feira, 20, a campanha na capital completou seis meses, permitindo que 334 mil doses já tenham sido aplicadas (entre a primeira e a segunda dose). O público elegível para vacinação na capital é de 459.541 pessoas (acima de 18 anos).

Cadastro

Para se cadastrar, é necessário entrar no site vacina.cuiaba.mt.gov.br e preencher todos os campos obrigatórios. Deste modo, a pessoa entrará em uma fila de espera virtual.  Quando ela for agendada, o sistema do site enviará uma mensagem de WhatsApp automática e/ou um e-mail para a pessoa informando que ela já está confirmada para ir tomar sua vacina. No dia da vacinação, a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado. No caso de vacinação pela categoria profissional, também é preciso apresentar declaração de vínculo funcional. Já no caso das pessoas que se cadastraram pelos grupos de comorbidades ou deficiência permanente grave, além de gestantes, puérperas e lactantes, é preciso apresentar o laudo médico.

Em Cuiabá, há cinco polos de vacinação: Senai Porto, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Sesi Papa, Sesc Balneário e Assembleia Legislativa.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Deixe um comentário