Flamengo pode perder milhões em patrocínio devido à atitudes de jogadores

Rubro-negro pode perder R$ 6 milhões

0
Reprodução

Após as ironias e críticas que recebeu por se posicionar a favor de que o jogador Vitinho não abaixe as meias e deixe de tampar o patrocínio da MOSS, o CEO da empresa, Luis Felipe Adaime, utilizou as redes sociais para desabafar. Ele ameaçou encerrar a parceria entre o patrocinador e o Flamengo.

“Dinheiro de pinga. Ano que vem não tem mais. Abraços. Boa sorte ao Mengão pegar R$ 6 milhões. Eu acho que pega fácil”, escreveu Adaime, após um torcedor do Flamengo ironizar o valor de R$ 3,6 milhões que a empresa paga ao clube pela publicidade nos meiões.

A polêmica envolvendo a empresa e o clube começou na segunda-feira. Em contato com o Jornal O Dia,  Luis Felipe Adaime, CEO da Moss, disse que a orientação ao Marketing do Flamengo já foi feita “umas quatro vezes”, mas o pedido não surtiu efeito. Tanto é que após o jogo contra o Cuiabá, partida que Vitinho atuou e participou de lance polêmico no fim do segundo tempo, Luis usou as redes sociais e promoveu uma campanha inusitada para pedir que o atacante não abaixe mais o material nos jogos.

A Moss se tornou parceira do Flamengo em abril deste ano e o contrato, que renderá R$ 3,6 milhões (valor pago à vista) aos cofres do clube, é válido até dezembro de 2021. Além do meião do time profissional masculino, a marca também é exibida na propriedade do time feminino rubro-negro.

Fonte: IG

Deixe um comentário