Confira dicas para a prova do concurso do Ibama que tem salário de até R$8,5 mil


0
Reprodução

Os concurseiros que estão à espera de certames para tentar uma vaga podem, desde ontem, se inscrever para concorrer a uma das 568 vagas abertas no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos recursos Naturais Renováveis (Ibama) para os cargos de analista ambiental e analista administrativo, que exigem nível superior; e técnico ambiental, que pede nível médio. A remuneração varia entre R$ 4.063,34 (técnico ambiental) a R$ 8.547,64 (analista ambiental).

Os interessados poderão se inscrever entre os dias 1º e 20 de dezembro de 2021 pelo endereço eletrônico  www.cebraspe.org.br/concursos/ibama_21 . O valor da taxa de inscrição será de R$ 70 para os cargos de nível médio e R$ 102 para os cargos de nível superior.

A aplicação das provas objetiva e discursivas está prevista para 30 de janeiro de 2022.

Haverá isenção total do valor da taxa de inscrição somente para os candidatos amparados pelo Decreto nº 6.593, de 2 de outubro de 2008, e pelo Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007, ou pela Lei nº 13.656, de 30 de abril de 2018.

A solicitação de isenção deverá ser enviada no site do Cebraspe entre os dias 1º e 20 de dezembro de 2021.

As vagas ficaram distribuídas da seguinte forma: analista ambiental são 96 oportunidades; outras 40 vão para analista administrativo, ambas exigem nível superior. Para analista administrativo é necessário ter nível intermediário e são ofertadas 432 vagas, totalizando 568. Deste total, apenas 10 são para o Rio de Janeiro.

Confira algumas dicas para a prova

O especialista em gestão pública e empresarial Antonio Batist dá logo a dica: o importante é manter a calma, estudar provas anteriores e ter uma boa noite de sono no dia do certame. Ele explica que a organização é do Cebraspe, antigo Cespe, e tem um jeito peculiar de preparar o certame. A banca é clássica e muito temida pelos concurseiros, pontua Batist.

“A dica de ouro é entender o modelo de provas do Cebraspe, que nessa prova do Ibama vai usar o modelo certo e errado. A grande questão é que cada item que errar vai anular uma outra questão que o candidato acertou. Ou seja, ganhou um ponto no acerto e outra que errou anula esse ponto. É fundamental entender como funciona para não chutar e errar porque vai acontecer isso”, pontua.

E como driblar esse mecanismo do Cebraspe? Batist explica que é preciso estudar, inclusive para “chutar” de uma forma decente.

“Se a prova tem 50 questões é improvável que sejam 5 certas e 45 erradas, ou o contrário, o normal é que tenha mais ou menos equilibradas as questões. Por exemplo, a proporção 25 a 25 ou 23 certas e 27 erradas, algo nesse sentido. Não costuma haver muita variação.”

O Cebraspe as vezes usa expressões ou de restrição ou de generalização e amplificação, como por exemplo, unicamente, somente, apenas, tudo, todos, quando isso ocorrer o candidato tem que ter atenção redobrada.

“Nesse tipo de questão é onde há um risco maior de chutar errado. Questões com esse tipo de termo se fecha em si, embora o candidato não perceba”, acrescenta, e faz outro alerta: “Pode haver algum tipo de ideia que pode ter sido modificado ou invertido e é aí que entra o problema, qualquer conceito ou ideia, pondere um pouco mais.”

Anote outras recomendações

  • — Analise os últimos editais da seleção, a banca é o Cebraspe, antigo Cespe, e tem um jeito peculiar de preparar o certame.
  • — Faça curso preparatório, pago ou gratuito. E decida se estudará sozinho ou em grupos.
  • — Escolha o material de estudo o mais atualizado possível em PDF, impresso ou videoaula.
  • — Estude a teoria solicitada no edital do Ibama.
  • — Resolva muitas provas anteriores da banca, exercícios e simulados.
  • — Reavalie seu desempenho e reforce a dedicação nas matérias em que houver mais dificuldade.
  • — Fique atento ao sono e à alimentação, pois interferem em tudo, inclusive na aprendizagem.
  • — Para quem não tem muito tempo disponível: organize-se.
  • — Dica: saiba que estudar bem não é necessariamente o mesmo que estudar muito.

Fonte: IG

Deixe um comentário