Governo de MT pretende rever restrições em edital de concurso da segurança pública


0
Reprodução

O governo do Estado admitiu a possibilidade de rever as condições incapacitantes previstas no concurso da segurança pública. O Ministério Público Estadual (MPE) entrou no caso após ser divulgado que pessoas com diabetes e portadoras de HIV não podem participar do certame.

O MPE realizou uma reunião com representantes do governo e da Comissão Unificada do Concurso público. Conforme divulgado, o concurso impedia que pessoas com doenças sexualmente transmissíveis, diabetes e até sem dentes participassem do certame.

De acordo com a promotora de Justiça Valnice Silva dos Santos, em razão do recebimento de várias reclamações junto à Ouvidoria do MPMT, foi instaurado na 6ª Promotoria Cível da Capital procedimento para acompanhamento da organização e realização do certame.

Além das restrições à participação, o MPE também discutiu com o governo questões como as medidas que deverão ser adotadas para a realização das provas, tendo em vista a nova alta de casos de covid-19 no estado.

O concurso tem vagas para a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Politec. Apesar de ser para cadastro de reserva, foi divulgado pelo governador Mauro Mendes (DEM) que a previsão é nomear 1,2 mil aprovados ainda este ano.

 

Fonte: Gazeta Digital

Deixe um comentário