Emanuel cita trabalho de comissão especial para elaboração de concurso público para Saúde


0
Reprodução

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, citou na manhã desta sexta-feira (29), durante inauguração de uma nova estação de tratamento de esgoto do Ribeirão do Lipa, inúmeros avanços conquistados  pela gestão. Em especial, relembrou o fim de uma luta de mais de 30 anos,  o novo pronto-socorro, o  Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) Dr. Leony de Palma, entregue ainda em seu primeiro mandato e que gerou uma revolução no Sistema Único de Saúde (SUS) de todo Estado.

O  prefeito destacou a ampliação promovida na atenção primária do município, que neste período saltou de 42% para 70%. “Durante 30 anos a luta era pelo HMC. Isso acabou, viramos a página. A luta agora é pela instalação de condicionado nas unidades, melhorias nos atendimentos, controle absoluto dos insumos que não podem faltar, ampliação do quadro de profissionais por concurso público, pois o básico, o essencial nós já fizemos, vivemos outro período e quero mais”, enfatizou Pinheiro.

A atenção secundária também há motivos para se orgulhar, por meio da nova estrutura da Unidade de Pronto Atendimento  (UPA) do Verdão e em breve, aproximadamente daqui um mês, será entregue mais uma, desta vez, a região que será beneficiada com uma UPA, é o Jardim Leblon, alçando o mérito como única administração a entregar duas unidades deste modelo em menos de dois anos.

Ele relembrou ainda que em outubro de 2021, Secretaria Municipal de Saúde  criou uma comissão especial para elaboração de um concurso público para suprir o déficit atual de médicos.

Garantindo total lisura, ao todo, oito representantes das Secretarias de Saúde, Gestão e do Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed) compõem o quadro. São eles: Luiz Carlos Rodrigues Mesquita (presidente), Thaissa Cardozo Mendonça Haponiuk (membro), Francine Fonseca Simões (membro) e Paulo Henrique de Oliveira (membro); Soyla Aparecida Taques (membro) e Natcherry De Souza Silva (membro); Adeildo Martins Ducena Filho (membro) e Givaldo Alves De Oliveira (membro).

“Está em nosso plano de ação que foi entregue ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso, Tribunal de Contas e ao Poder Judiciário. Estamos seguindo criteriosamente e rigorosamente, inclusive, do concurso público. Hoje já não se pede mais o antigo pronto socorro, se pede um padrão HMC para toda a cidade que foi conquistado na minha gestão. Das 65 que unidades de saúde que precisam de uma reforma completa na estrutura física, 38 já foram feitas. Até o fim do meu mandato farei isso em todas elas e mais com climatização em todos os ambientes. Vamos resolver o problema de medicamento e insumo. A saúde avançou e vai ainda mais. Minha gestão tem enfrentado problemas crônicos e resolvendo um a um”, pontuou o gestor.

Na quarta-feira (27), o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou que a rede atua na finalização de chamada pública para suprir a necessidade da rede médica do SUS da capital considerando que no mais recente processo seletivo realizado mediante a oferta mais de 400 vagas para preenchimento imediato, contou com apenas 88 médicos aprovados, sendo 75 clínicos gerais e 13 especialistas. Deste total de classificados, somente 55 assumiram os cargos disponibilizados.

Ou seja, apenas 25 médicos novos entraram na rede diante das mais de 400 vagas oferecidas. Isso representa menos de 5% da necessidade a ser suprida. Finalizou destacando que a preparação do concurso está adiantada.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá

Deixe um comentário