Fávaro reafirma que não é candidato e que nome ao Governo sai hoje

Com definição de Mendes em coligar com PL, Federação deve lançar candidato ao Governo com Neri ao Senado.

0
Assessoria

O senador Carlos Fávaro (PSD) voltou a negar, na manhã desta quarta-feira (03.08), que concorrerá nas eleições deste ano, em resposta a notícias veiculadas na imprensa dando conta de que ele seria candidato ao Governo de Mato Grosso. Fávaro ressaltou que a Federação Brasil da Esperança terá candidato próprio ao governo, para servir de palanque ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa pelo Palácio do Planalto.

 

Havia a possibilidade do governador Mauro Mendes (União) deixar seu palanque “aberto” para apoiar tanto o candidato ao Senado Wellington Fagundes (PL) quanto Neri Geller (PP). Essa possibilidade foi rechaçada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Mauro Mendes e seu grupo político decidiram, então, seguir apenas com Wellington e Bolsonaro.

 

“O governador Mauro Mendes decidiu se coligar com o PL e comunicou Neri Geller. Por nossa posição de apoiar o presidente Lula, é incoerente estar no mesmo palanque. Diante disso, é fato que não caminharemos no mesmo palanque que Mauro Mendes”, disse Fávaro.

 

Com isso, Fávaro reforçou que a Federação terá sim uma candidatura própria ao governo de Mato Grosso e que o nome deve ser definido ainda nesta quarta-feira.

 

“Estamos muito próximos da definição. Não é ausência de nomes, pois temos vários nomes. Temos conversado com o PSB, que tem a doutora Natasha Slhessarenko como pré-candidata ao Senado, temos a Márcia Pinheiro, Neri Geller, a Maria Lúcia Cavalli… estamos chegando ao consenso. Precisamos de nomes para governador, vice-governador, senador, duas suplências. Esse conjunto de acomodação deve ficar encaminhado hoje. Devemos definir isso, por volta de 15h”, completou Fávaro.

FONTE:PNB ONLINE

Deixe um comentário