Acusado de estupro de vulnerável e autor de extorsão mediante sequestro são presos em Rondonópolis

0
237
PJC
ALMT TRANSPARENCIA

Dois homens com mandados de prisão em aberto foram presos pela Polícia Judiciária Civil de Rondonópolis (212 km ao Sul), na terça-feira (30.08), em ações da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM-ROO). Entre os presos estão, Walison Lucas Pereira, 26, acusado de estupro de vulnerável e Wilmair Estefanio de Oliveira, 38,  que teve a ordem de prisão decretada pelo crime de extorsão mediante sequestro.

A prisão de Walison Lucas aconteceu após a equipe da DEDM receber o mandado de prisão contra o suspeito, acusado de manter relações sexuais de forma reiterada com uma menor, por aproximadamente seis anos. A ordem de prisão temporária contra o suspeito foi decretada após denúncia, de que ele abusava sexualmente da vítima desde os 7 aos 13 anos.

Os policiais da DEDM descobriram que, desde que teve a prisão decretada, o procurado foragiu e estava morando em uma chácara, de propriedade do seu sogro, na região do distrito de Aparecida do Leste, pertencente ao município de Poxoréu (251 km ao Sul). Diante da informação, os investigadores deslocaram até a propriedade, onde localizaram o foragido e deram cumprimento a ordem de prisão.

O acusado Wilmair Estafanio estava com mandado de prisão decretado pela comarca de Caiapônia (GO), acusado do crime de extorsão, mediante sequestro, ocorrido no ano de 2007. O foragido foi localizado pela equipe de investigadores da DEDM, em uma residência no bairro Santa Marta.

Em buscas na casa, os policiais encontraram um documento de identidade falso, sendo constatada a falsificação em ofício enviado pelo Cartório do 2º Ofício de Guiratinga (município que constava como local de nascimento do investigado). Os demais documentos apresentados pelo foragido eram embasados na identidade falsa. Em comparação com a fotocópia do RG original do suspeito, cedido pela comarca de Caiapônia (GO), foi possível constatar as alterações realizadas no documento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here