Suspeita de assassinar e queimar enfermeiro afirma que crime foi motivado por vingança

0
226
Foto: Reprodução
CAMARA VG

Olhar Direto

Três dos cinco suspeitos de assassinar e queimar o enfermeiro Benedito Donizete Gumiere, de 59 anos, na zona rural do município de Castanheira (a 811 km de Cuiabá) nesta quinta-feira (31), já foram detidos pela polícia. Segundo uma acusada, o crime teria sido motivado por vingança, já que ela sofria agressões do enfermeiro.

Elizangela Aparecida Monari de 18 anos, Maicon de Almeida Santana de 20 anos e um adolescente foram detidos pela Delegacia de Juína. Os outros suspeitos permanecem foragidos. Elizângela disse que teve um relacionamento amoroso com a vítima e que tinha sofrido agressões dele anteriormente. Por causa das agressões, Elizângela, juntamente com seu namorado e outros adolescentes planejaram o assassinato.

No dia do crime, a suspeita teria atraído a vítima até a sua residência, onde os adolescentes já esperavam. Quando chegou à casa o enfermeiro foi atacado e acabou desacordado.

Os adolescentes colocaram Benedito no porta-malas de uma Sandero e fugiram para o município de Castanheira. Quando chegaram à zona rural, tiraram o enfermeiro do carro e desferiram um golpe de faca próximo ao pescoço, em seguida continuaram as agressões com pauladas e atearam fogo no corpo da vítima.

Os suspeitos fugiram para Juína e três deles foram detidos pela polícia. A Polícia Civil ainda continua a investigar o caso.

Com informações do Juína News.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here