Batalhão Ambiental fecha local de rinha de galo e apreende 21 aves


0
Reprodução

Uma guarnição do Batalhão Ambiental, a partir de denúncia passada pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) , fechou uma casa onde funcionava uma rinha cladestina de galos, no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Várzea Grande.

No local, a PM encontrou diversas gaiolas de madeira, uma arena e 21 galos, alguns deles estavam ensangüentados, com sinas de maus-tratos. Conforme informações obtidas no local, a rinha ocorria uma vez por mês, onde os participantes faziam apostas de altos valores.

As batalhas entre os animais aconteciam em uma área coberta anexa a residência. E outro ponto do terreno que sediava a rinha as aves ficavam presas em cúbiculos de madeira. O proprietário do local,  A.A.F. , em relato aos policiais disse que apenas "cuidava" dos animais. Ele foi preso e responderá por crime de maus tratos a animais, além de ser obrigado a pagar uma multa de R$ 62 mil.

Deixe um comentário