PM prende suspeito de furto e localiza garota que estava desaparecida


0

Um casal, sendo o pai e a madrasta da garota V.M.C.L., 13 anos, procurou a polícia em Barra do Garças para informar que sabia do paradeiro da menina que estava desaparecida há algum tempo. No endereço informado, no bairro Sena Marques, o suspeito T.M.O., 18 anos, atendeu a equipe policial, que visualizou a garota deitada no sofá da residência. Ele foi detido em flagrante, no domingo (24.06), por volta da meia noite, momento em que a polícia descobriu também que o rapaz está envolvido em outra situação de furto na loja Xeque Mate, na cidade, inclusive ele usava algumas peças furtadas.

Os pais da menina compareceram no local e com informações repassadas pela menor V.M.C.L. foram realizadas mais buscas para localizar uma outra menina desaparecida, de nome P.V., mas que não foi localizada. Ela estaria em Bom Jardim (GO), com o namorado identificado por Ryan, conforme informações da menor encontrada. A polícia de Bom Jardim foi acionada na tentativa de elucidar a situação. 

No caso de V.M.C.L., ela tentou acobertar o rapaz e por diversas vezes entrou em contradição a respeito de namorar ou não o suspeito, e sobre o relacionamento íntimo deles, tudo na presença da madrasta. Sobre o roubo à loja, o suspeito ficou nervoso e negou, mas diante das imagens internas que registraram o fato, ele acabou confessando o crime e dizendo onde estava o restante das roupas. Ele foi preso por estupro de vulnerável, furto e corrupção de menor e a menor entregue aos pais.

Tráfico de drogas

No sábado (23.06), às 21h30, no mesmo bairro, Sena Marques, em Barra do Garças, policiais prenderam três suspeitos com 21 pinos de cocaína. R.C.O., 23 anos, E.P.C., 42 e M.J.R.G., 21, estavam em uma caminhonete SW4 estacionada próxima ao Boulevard Buffet, quando foram abordados pela polícia, com apoio da Força Tática. A droga estava no porta luvas e assoalho do veículo.

Na Central de Atendimento, o suspeito E.P.C. alegou possuir em sua carteira cheques no valor de R$ 4.500,00, sendo localizado um nesse valor e em nome de uma mulher I.G.O. Um dos envolvidos, M.J.R.G., possui mais de 20 tatuagens pelo corpo.

 

Fonte: Gov.MT

Deixe um comentário