Taques lembra que recuperou R$ 1 bilhão da corrupção durante sua gestão


0

Por meio das auditorias determinadas pelo governador Pedro Taques, o trabalho do Cira – Comitê Intergestor de Recuperação de Ativos, composta por membros da Controladoria Geral do Estado (CGE), Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Contas do Estado (TCE), dentre outros órgãos, foram recuperados cerca de R$ 1 bilhão de dinheiro da corrupção durante a sua gestão.

Candidato à reeleição, Taques lembrou dos trabalhos realizados de combate à corrupção, durante o seu mandato, em entrevista na Rádio Jovem Pan nesta segunda-feira (20).

“Vamos continuar combatendo a corrupção, o desvio do dinheiro público, dinheiro este que é para atender o cidadão e não a grupos que buscam seus interesses próprios. Trabalhamos com seriedade com recursos que é de toda população mato-grossense”, destacou o governador.  

Entre janeiro de 2015 a maio de 2017, o Cira recuperou R$ 776,3 milhões para os cofres públicos do Estado, entre os anos de 2015 a maio de 2017, relativos a créditos tributários e de valores originários de produto de crime.

Os recursos foram revertidos em forma de armamentos para o Grupo Especial de Fronteira (Gefron), nas obras do novo Pronto Socorro de Cuiabá, nas obras do novo Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa (Cridac), equipamentos para o Corpo de Bombeiros, dentre outros destinos.

Além de recuperar recursos para os cofres do Estado, a gestão Taques conseguiu deixar de gastar cerca de R$ 1 bilhão, com trabalho de mapeamento de riscos daquilo que poderia e/ou seria desviado e revisão de contratos, feito com base em trabalho da CGE.

Também tramitam 81 processos administrativos contra 121 empresas por não executarem contratos firmados, fraudes em licitação e suspeitas de atos de corrupção contra a administração pública estadual. Do total de empresas, 19 foram citadas no acordo de delação do ex-governador Silval Barbosa com a Procuradoria da República.

“Com muita humildade, tenho feito um pedido às pessoas para que comparem. Qual foi o governo que se empenhou em combater a corrupção? Quem deu instrumentos para promover transparência e eficiência dos gastos públicos? Temos uma plataforma muito clara que nos trouxe ao governo em 2014 e que colocamos em prática desde 2015”, afirmou Taques, lembrando do Portal Transparência, Mira Cidadão e o MT Cidadão – ferramentas de participação e controle social fortalecidas em seu governo.

 

Fonte: O Documento

Deixe um comentário