LANCE! Corinthians luta, mas só empata com o Del Valle e está fora da Sula


0
© Fornecido por Areté Editorial S.A

Fonte: Msn

Derrotado em casa, no jogo de ida, por 2 a 0, o Corinthians tinha uma desvantagem do tamanho dos 2.800 metros de Quito para escalar. Luta não faltou. O Alvinegro esteve duas vezes à frente no placar, com gols de Boselli e Clayson, este de pênalti, mas ficou no empate em 2 a 2 com a boa equipe do Independiente Del Valle e viu os equatorianos avançarem à final da Sul-Americana. Sánchez e Cabeza marcaram para os mandantes no Equador.

Pelo Brasileirão, o Corinthians tenta voltar a sorrir contra o Vasco, no próximo domingo, às 11h, na Arena de Itaquera. O Del Valle aguarda o vencedor de Atlético-MG e Colón-ARG, que se enfrentam nesta quinta-feira, por uma vaga na decisão da Sula.

Acorda, Timão!

Os primeiros momentos em Quito foram uma continuação da partida em São Paulo. O Del Valle mostrava qualidade na saída de bola e envolvia o Alvinegro. A partir dos 20 minutos, o Corinthians encaixou e avançou em campo. A primeira chance veio aos 25, depois de cobrança de falta de Sornoza, que Avelar desviou e Pinos rebateu. No rebote, Love cabeceou nas mãos do goleiro.

Esperança nas alturas

Três minutos depois, a melhora alvinegra foi premiada. Ralf desarmou no meio, Pedrinho puxou o contra-ataque e abriu com Love na esquerda. O atacante cruzou rasteiro para Boselli, na segunda trave, só empurrar para gol. A partir daí, o Timão dominou e, duas vezes com Love, quase aumentou. Aos 43, o camisa 9 passou por dois e carimbou o travessão e, em seguida, ficou a milímetros de escorar para as redes o cruzamento de Pedrinho.

Quem avisa amigo é!

Do outro lado, porém, não tinha bobo. Ainda no primeiro tempo, Cássio fez um milagre ao salvar a cabeçada de Sánchez em cima da linha. Na etapa final, aos 10 e aos 11 minutos, Torres e Dájome ficaram de cara para o gol corintiano, e desperdiçaram chances cristalinas.

Pane alvinegra

Aos 22, azedou geral para o Timão, que lançou-se ao ataque e ficou todo exposto. Foi quando Sánchez recebeu na esquerda e, com um toque, venceu o carrinho de Manoel na intermediária. Com o campo aberto à sua frente, o camisa 15 avançou e bateu na saída de Cássio. Assim, o Corinthians teria 23 minutos, mais acréscimos, para marcar dois gols.

Loucura no fim!

Há 10 minutos do fim, Avelar foi tocado na área. Após longa revisão com auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti. Clayson, que entrou no segundo tempo, deslocou o goleiro e encheu os corintianos de esperança. A alegria, porém, durou pouco. Aos 44, Cabeza recebeu de Mera na grande área, pegou de primeira, e Cássio aceitou. O Independiente Del Valle estava na final da Sul-Americana.FICHA TÉCNICA

INDEPENDIENTE DEL VALLE 2 x 2CORINTHIANS

Estádio: Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador

Data-hora: 25 de setembro de 2019, às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Piero Maza (CHI)

Assistentes: Alejandro Molina (CHI) e Claudio Urrutia (CHI)

Árbitro de vídeo: Diego Haro (PER)

Gramado: Bom

Público e renda: não divulgado.

Cartões amarelos: Mera, Franco (DEL); Sornoza, Clayson (COR)

Cartão vermelho: não houve.

GOLS: Boselli 28’/1ºT, (0-1), Jhon Sánchez 22’/2ºT (1-1), Pedrinho 40’/2ºT (1-2), Cabeza 44’/2ºT (2-2)

INDEPENDIENTE DEL VALLE

Jorge Pinos; Landázuri, Ricardo Schunke e Preciado (León, 19’/2ºT); Alan Franco, Cristian Pellerano; Cristian Dájome, Efrén Mera (48’/2ºT) e Jhon Sánchez (Cabeza, 42’/2ºT); Gabriel Torres. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf (Júnior Urso, 42’/2ºT), Ramiro (Clayson 16’/2ºT), Pedrinho e Sornoza; Vagner Love e Boselli (Gustavo, 33’/2ºT). Técnico: Fabio Carille —

Deixe um comentário