Arena Pantanal se consolida como espaço multiuso


0
Cida Rodrigues | Secel-MT

Fonte: MT.GOV

Ao longo do ano uma variedade de atividades esportivas e culturais consolidou a Arena Pantanal como um espaço multiuso. Atrações no campo, no auditório, na área vip e no seu entorno, assim como o parque natalino Arena Encantada, mostraram que o estádio possui capacidade de entregar as mais diversas experiências a diferentes grupos de interesse, muitas vezes de forma simultânea.

Com uma estrutura moderna, a Arena é um ponto atrativo de eventos na capital mato-grossense. Para garantir seu aproveitamento e utilidade prática, várias providências foram tomadas pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) desde que assumiu a gestão do espaço, em janeiro de 2019.

“A Arena Pantanal modificou o espaço e a cultura urbana de Cuiabá. A missão de nossa equipe foi dar condições, melhorando a estrutura, garantindo segurança e organizando as agendas, para que o espaço pudesse servir melhor a sociedade”, explica Allan Kardec, titular da Secel.

Ainda no início do ano, a Secretaria obteve o alvará de segurança contra incêndio e pânico, documento emitido pelo Corpo de Bombeiros que certificou uma série de requisitos exigidos para a proteção de seus usuários nos dois lados do estádio que comportam o maior número de pessoas. Antes, a operação ocorria por meio de alvarás e laudos provisórios porque o último alvará definitivo era de 2015, ou seja, de quatro anos atrás.

Para a certificação, foram tomadas medidas, como troca de quase mil luminárias de emergência, manutenção de portas corta fogo, testes e manutenção de hidrantes, mangueiras de incêndios e detectores de fumaça, etc.

Além disso, o estádio recebeu diversas outras ações de melhoria, que incluíram dedetização, limpeza em todas as caixas d’água, controle da água e recuperação do telão. E no segundo semestre foram trocados aproximadamente dois mil metros quadrados de grama de uma área que estava danificada, deixando o gramado totalmente recuperado, em condições perfeitas de jogo.

Eventos nos espaços internos e externos

Lançamento do projeto MT + Saudável
Créditos: João Felipe | Secel

Além de abrigar o primeiro estádio-escola do país, os espaços da Arena Pantanal contemplaram atividades que envolveram uma gama diversa de públicos. De Marcha para Jesus, passando por mutirões de renegociação de dívidas, encontros acadêmicos a festivais de cerveja, os ambientes foram aproveitados de forma regular, assegurando um fluxo constante por todo o espaço. Foram quase 100 eventos realizados no auditório, na área vip e no entorno do estádio.

Dentre as atividades realizadas na área externa, destaca-se o Projeto Tênis de Mesa na Arena, que acontecia aos domingos em frente ao portão H. A ação, desenvolvida pela Federação Mato-grossense de Tênis de Mesa (FMTTM), ofereceu a oportunidade de qualquer pessoa testar suas habilidades com raquete e bolinha gratuitamente no local.

O entorno da Arena também acolheu eventos como a Marcha para Jesus – organizada pelo Conselho dos Ministros Evangélicos, corridas, feirão de carros e o Circo Aster Máquinas – um espetáculo que combinou circo, teatro, música e efeitos especiais.

Ainda na área externa foi sediada a 4ª edição Oktoberfest Cuiabá. O público pode conferir a maior festa da cultura cervejeira de Mato Grosso, com shows nacionais e locais, foodpark temático, vila germânica, trajes típicos e mais de 10 tipos de chope.

Além disso, desde de setembro, a própria Secel passou a oferecer aulas gratuitas de ginástica no entorno do estádio. O projeto MT Mais Saudável levou à população atividades físicas orientadas por profissionais habilitados no espaço.

No segundo andar do estádio (área vip), a população se beneficiou com as ações de utilidade pública. Mutirões, como o de Conciliação Fiscal da Prefeitura de Cuiabá e o Fecha Acordo do Governo do Estado, possibilitaram que os contribuintes renegociassem débitos fiscais e tributários de órgãos públicos.

Os pisos um, dois e três do estádio foram espaços para a realização do 13º Encontro Nacional de Educação Matemática. O mais importante evento da área em âmbito nacional trouxe cerca de quatro mil pessoas de todo o país à Arena Pantanal e ainda contou com Mostra da Feira de Matemática aberta à visitação da população em geral.

No segundo semestre, um dos destaques de atividades realizadas na parte interna da Arena foi a terceira Regional Mato Grosso de Crossfit, envolvendo praticantes do esporte de todo o Estado.

Arena Encantada

Christiano Antonucci/Secom-MT

A Arena Encantada montada ao redor do campo fechou a programação do ano no estádio. Com 4 mil m² de estrutura, o parque natalino contou com um circuito com instalações interativas, cenários e ambientes que recriam a história da mais emocionante festa cristã.

Entre os dias 06 de dezembro de 2019 e 05 de janeiro de 2020, aproximadamente, 235 mil visitantes passaram pela Arena Encantada. Quase 83 toneladas de alimentos foram arrecadados e serão doados para clubes de serviços, entidades sociais filantrópicas e associações comunitárias que atuam em Mato Grosso.

O projeto foi idealizado e coordenado pela primeira-dama Virginia Mendes, sendo executado pelo Governo do Estado, em parceria com a Assembleia Legislativa e com apoio da iniciativa privada.

Futebol profissional

Asscom Dourado

Mesmo com tantos eventos, o futebol não deixou de ser protagonista no estádio construído para a Copa do Mundo de 2014. Com 58 partidas do futebol profissional, em 2019 a Arena Pantanal valorizou o esporte que é paixão nacional e se afirmou como palco de festa e lazer para os torcedores mato-grossenses.

A Copa do Brasil teve duas partidas realizadas no estádio cuiabano, ambas possibilitando a festa dos torcedores do Mixto Esporte Clube nas arquibancadas e ótimas atuações de um dos times mais tradicionais do Estado dentro de campo.

Já os duelos do Campeonato Mato-grossense envolveram clubes e a torcida de todo o Estado. Equipes que fazem parte da série A do Estadual, como o Cuiabá, Dom Bosco, Operário, Luverdense, União e Araguaia, tiveram a oportunidade de jogar no grandioso local.

Sem o fosso que existia no antigo estádio Verdão, a estrutura da Arena permite uma maior proximidade do público com o campo e com jogadores. Essa chance de estar mais próxima incentivando o time foi bastante aproveitada pela torcida do Cuiabá Esporte Clube. Além do campeonato mato-grossense, do qual foi campeão, o Dourado fez do estádio um palco de festa para seus torcedores em competições nacionais como a Copa Verde e a série B do campeonato brasileiro.

De acordo com levantamento feito por um site nacional de esporte (globoesporte.com) o time cuiabano teve, inclusive, uma das melhores médias de público da série B do Brasileirão. Cerca de quatro mil ingressos foram vendidos em cada partida com mando de campo na Arena Pantanal, ocupando a oitava colocação entre os times que mais levaram torcedores ao estádio pela competição nacional. Já pela Copa Verde, o Cuiabá garantiu um público de mais de 11 mil pessoas na primeira partida da final contra o Paysandu, do Pará.

O futebol profissional feminino também ocupou seu espaço na Arena Pantanal. As meninas do Operário F.C mandaram seus jogos no estádio cuiabano pelo Campeonato Brasileiro Feminino A-2.  O estádio acolheu ainda outros jogos de campeonatos organizados pela Federação Matogrossense de Futebol (FMF) e Confederação Brasileira de Futebol (CBF), como a Copa FMF 2019 e a Copa do Brasil Sub-20.

“Do ponto de vista de utilidade, a Arena Pantanal tem uma grande serventia para a sociedade mato-grossense. Além de ajudar a aumentar a representatividade dos times locais no cenário do futebol nacional por sua visibilidade e estrutura, a Arena e seu entorno oferecem opções de esporte e lazer, isso é papel do Estado também. E cada vez mais vamos encontrar formas e oportunidades para tornar esse espaço mais utilizado pela população”, destaca Allan Kardec.

Deixe um comentário