Com apoio da Nacional e de Lula, PT deve lançar Barranco após feriado de carnaval


0
Foto: Assessoria

Fonte: Olhar direto

Com interesse na vaga do Senado que será aberta com a saída da senadora cassada Selma Arruda (PODE) nos próximos dias, o Partido dos Trabalhadores (PT) deve lançar, após o feriado de carnaval, a pré-candidatura do deputado estadual Valdir Barranco, que terá o apoio da Executiva Nacional e do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

A informação foi confirmada pelo também deputado estadual Ludio Cabral, ao negar pela milésima vez que não irá abandonar seu mandato na Assembleia Legislativa para ser candidato tanto na eleição suplementar para o Senado em abril, como na eleição para prefeito da capital em outubro.

Ao falar de seu projeto de terminar o mandato de deputado e de uma possível tentativa de reeleição em 2022, em entrevista a rádio evangélica Nazareno, na manhã deste sábado de carnaval (22), o petista deixou escapar que Barranco está na frente na disputa interna do PT para lançar o candidato que irá as urnas na suplementar.

“Minha intenção é fazer um mandato inteiro de deputado estadual. Quando chegar o momento da próxima eleição para deputado estadual, quero avaliar o mandato para ver se mereço disputar a reeleição e é a população vai julgar o meu trabalho. Depois da reeleição já em um segundo mandato ai sim será possível pensar ao final deste mandato, a disputa de outros cargos. Não serei candidato nesta eleição suplementar. Tem uma mobilização na base pedindo isso, mas não tenho esta intenção, assim como não serei candidato a prefeito de Cuiabá exatamente por este raciocínio. Muito provavelmente o Valdir Barranco que será candidato nesta eleição suplementar”, disse o deputado petista.

O PT, que desde o início do mês de fevereiro vem discutindo com outros partidos de centro-esquerda a possibilidade de lançar um candidato único a vaga de Senado, já deixou claro que terá um nome lançado para a disputa do pleito.

O próprio presidente regional Valdir Barranco, que participou de reuniões com representantes do PSB, PCdoB, SD, PV e Pros, esteve em Brasília (DF) na semana passada, ocasião em que se encontrou com o ex-presidente Lula e pode conversar um pouco sobre a candidatura.

Além de Barranco, o partido também estava trabalhando com os nomes da deputada federal Rosa Neide, do ex-deputado Carlos Abicalil, da professora universitária Edna Sampaio e do atual presidente da CUT, Henrique Lopes.

Deixe um comentário