PF faz prisões em flagrante durante operação para combater extração ilegal de ouro


0
Foto: Reprodução

Fonte: Olhar Direto

A Polícia Federal deflagrou, na última quarta-feira (1º), a Operação Solea, com o objetivo de combater crimes ambientais de extração ilegal de ouro no norte de Mato Grosso. A ação abrangeu uma área aproximada de 450 hectares no município de Novo Mundo/MT, na região do encontro dos rios  Braço Norte e Peixoto de Azevedo.

A ação contou com a parceria de fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e com o apoio aéreo do Exército Brasileiro (Operação Verde Brasil 2).

O trabalho policial apontou quatro frentes de lavra de grandes dimensões em meio à floresta nativa. Máquinas de grande porte eram utilizadas na extração, sendo elas cinco escavadeiras hidráulicas tipo PC e quatro tratores de esteira.

A PF ainda constatou danos ambientais graves como o desmatamento e degradação de Áreas de Preservação Permanente (APP). Igarapés e nascentes eram destruídos, além do uso não autorizado de mercúrio na depuração do ouro.

As equipes policiais foram desdobradas em campo, conseguindo identificar os responsáveis pelos delitos. Prisões em flagrante foram realizadas e perícias efetuadas para quantificar os danos ambientais.

O Ibama autuou os responsáveis pelas infrações, apreendendo o maquinário utilizado nos delitos, entre eles, vários conjuntos de motobomba e milhares de litros de óleo diesel.

As máquinas apreendidas foram deixadas à disposição de prefeituras da região para uso em benefício das comunidades locais. O maquinário será utilizado em apoio às atividades de melhoria da infraestrutura desses municípios.

Deixe um comentário