Mixto interpôs uma representação e pede que o árbitro Rodrigo da Fonseca seja afastado por: “má atuação” e “erros grotescos”

0
181
Foto: Assessoria
CAMARA VG

O Mixto apresentou uma representação à Comissão de Arbitragem da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) na tarde desta segunda-feira (19), em virtude da má atuação no jogo entre o Mixto e União, realizado no último sábado (17). O jogo terminou com a vitória da equipe de Rondonópolis, que venceu por 3 a 1 de virada.

O Alvinegro apresentou um documento com “erros pertinentes e grotescos” cometidos pelo árbitro ao longo da partida. Rodrigo, no primeiro tempo, amarelou Serginho de forma equivocada, uma vez que o atleta provocou os adversários com xingamentos e causou um grande tumulto.

O clube manifestou a sua opinião. As imagens que foram exibidas ao vivo pela TV Centro América demonstram que o atleta mixtense se esquivou da confusão. Ao punir Serginho, o Tigre da Vargas comprovou a falta de autoridade e controle da arbitragem em campo.

“No intervalo da partida, de forma equivocada e questionada, o árbitro Rodrigo da Fonseca arrolou na súmula que membros do elenco do Mixto teriam ofendido com xingamentos, quando, de fato, nenhum membro da equipe teria dito isso.

O Mixto também chama a atenção para outro incidente polêmico ocorrido no segundo tempo da partida, quando Rodrigo da Fonseca voltou atrás na sua decisão de campo. Em primeiro lugar, o árbitro notificou o segundo cartão amarelo para o lateral Camargo, do União. Em seguida, mostrou o vermelho e o expulsou.

No entanto, o juiz voltou atrás e retirou o cartão que o impedia de jogar. De acordo com o Mixto, a decisão foi tomada após a pressão do banco adversário e da assistente Fernanda Kruger e do quarto árbitro, Antônio Pavan Mufato.

Diante dos fatos, é dever desta Comissão de Arbitragem afastar o árbitro Rodrigo da Fonseca Silva de sorteios em partidas em que o representante compareça, uma medida de justiça.

 

 

Fonte: Informações/ Olhardireto