Três membros de uma facção que pretendiam disputar eleição são identificados em Mato Grosso

0
53
Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT
ALMT TRANSPARENCIA

Para impedir que membros de facções criminosas participem das eleições municipais, a Secretaria de Segurança Pública estabeleceu um trabalho de inteligência para identificar possíveis candidatos que são associados ou que tenham ligação indireta aos grupos. Três já foram encontrados.

O secretário de Segurança Pública, coronel César Roveri, disse que a polícia identificou três faccionados que queriam disputar o cargo de vereador neste ano. Dois deles eram pré-candidatos em Cuiabá e outro de uma das cidades da região leste do estado.

“Foram identificados e estão respondendo processo, isso tudo é encaminhado para a Justiça Eleitoral para que não haja uma possível candidatura desse tipo de pessoa ligada ao crime organizado. O governo está fazendo o seu papel, a Polícia Judiciária Civil através das investigações já estão cumprindo essas diretrizes, que são passadas pelo nosso governador, inclusive do programa Tolerância Zero, que não é só a tolerância Zero em invasão de terra, mas a todo tipo de crime”, destacou.

Roveri ressaltou que a tentativa de membros de facções criminosas de ingressar na política não acontece apenas em Mato Grosso. Em contato com secretários de Segurança de outros estados, ele comentou que há operações que estão prendendo integrantes dessas organizações que tinham lançado suas pré-candidaturas pelas redes sociais.

“Nós temos a saturação diária, através do policiamento ostensivo da Polícia Militar, pelos trabalhos de inteligência que identificam qualquer tipo de situação dessa e trazem para as investigações e até mesmo para que nós possamos, dentro da mancha criminal, colocar a nossa tropa ostensiva no terreno para que possa fazer frente a essa situação”, explicou.

 

 

Fonte: Informações/ Olhardireto