Marido atira quatro vezes em esposa grávida após ela reclamar de cheiro de álcool do companheiro

0
21
Foto: PMMT
CAMARA VG

Grávida de 36 anos foi baleada quatro vezes pelo companheiro, na noite de sábado (8), em Alta Floresta (900 km de Cuiabá). A tentativa de feminicídio ocorreu após a vítima reclamar que o marido estava com “odor de cachaça”. Ele fugiu após o ataque.

A Polícia Militar foi acionada pelo Corpo de Bombeiros. Ao chegar no local, os policiais encontraram três estojos de munição calibre 38 deflagrados e uma poça de sangue no corredor, próximo à cozinha da residência.

 A vítima já havia sido socorrida pelos vizinhos, que ouviram os tiros e os gritos de socorro, além do choro das duas filhas do casal. O criminoso foi visto deixando a residência em uma motocicleta Honda CB 300 dourada logo após os disparos.

Os vizinhos, que foram os primeiros a atender a mulher, relataram que após ouvirem os tiros, encontraram a vítima caída no interior da casa e imediatamente ligaram para o Corpo de Bombeiros. Eles também acolheram as duas crianças, filhas do casal, até a chegada do Conselho Tutelar, que formalizou a guarda temporária das crianças aos vizinhos.

A Polícia Militar isolou a área do crime, trancou a residência e entregou a chave aos responsáveis pelas crianças.

A vítima, consciente, relatou aos policiais que a agressão começou após uma breve discussão com seu marido. Ela reclamou do cheiro de álcool que ele exalava, devido ao fato de estar grávida e enjoada. Irritado, o marido empurrou a motocicleta para a calçada, anunciando que iria embora. Quando a vítima foi até a calçada, o suspeito sacou um revólver, pediu perdão e começou a atirar. Errando os primeiros disparos, ele a perseguiu até dentro de casa, onde a atingiu no braço, nas costas e no pescoço.

A vítima foi atingida com um tiro no braço, dois na região dorsal baixa e um no pescoço.

A Polícia Militar registrou o boletim de ocorrência e a investigação segue em andamento para localizar e prender o autor da tentativa de feminicídio.

Fonte: Informações/ Olhardireto