Após assaltos e incêndio em albergue da Prefeitura, moradores em situação de rua devem ser transferidos

0
226
Foto: Reprodução
CAMARA VG

Olhar Direto

Um morador de rua, que mora no albergue da Prefeitura de Cuiabá na rua 12 de Outubro, na região central de Cuiabá, criado para abrigar as pessoas que foram retiradas da 'Ilha da Banana', provocou um incêndio no abrigo, na noite desta quarta-feira (9). A Secretaria Municipal de Assistência Social afirmou que os moradores devem ser transferidos já nos próximos dias, porém encontra dificuldades em alugar outro local. Ninguém ficou ferido, mas o fogo atingiu uma casa ao lado. 
 
O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 21h53, para atender uma ocorrência de incêndio no abrigo da prefeitura, na Rua 12 de outubro, no Centro Norte em Cuiabá. O fogo atingiu três cômodos da casa e queimou dois beliches, um ventilador, um armário de cozinha e o forro de PVC. Os moradores da rua ficaram apreensivos, com medo que o fogo se espalhasse.

Conforme apurado pelos bombeiros, dois dos moradores do abrigo disseram que um outro morador foi o responsável por colocar fogo na casa, porém não quiseram identificar a pessoa. Em um dos cômodos todas as telhas caíram e a estrutura de madeira ficou comprometida. O combate ao incêndio foi rápido, mas o fogo chegou a atingir o telhado da casa vizinha, onde mora o artista plástico Adir Sodré.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (SMASDH), a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) ainda está fazendo uma perícia no abrigo para identificar se o incêndio foi provocado por um dos moradores. Por meio de nota, a SMASDH disse que vê necessidade em fazer a mudança dos moradores do abrigo. Veja a nota na íntegra:

Nesta data, uma equipe técnica da SMASDH, foi até o local do incêndio e os acolhidos relataram não terem certeza de como se deu o início do fogo, pois estes não se encontravam no imóvel, quando do início da combustão.
Os moradores se dividem na opinião, uns acreditam que o fogo iniciou na parte de cima (telhado) e outros defendem a hipótese do fogo haver iniciado na parte interna.
Diante do fato de não haverem nenhum dos moradores da residência no momento do início do fogo, não há como afirmar a causa inicial do incêndio. 
No entanto cabe observar que o foco inicial do fogo, ocorreu em uma das peças do imóvel, levando a destruição do telhado por completo nessa peça, bem como prejudicou a estrutura física e elétrica do imóvel.
Dessa forma, acreditamos na necessidade da desocupação do imóvel, bem como a necessidade de transferência das pessoas que o alojava.

Moradores reféns

Os moradores da Rua 12 de outubro, no Centro Norte de Cuiabá, já denunciaram casos de invasão e roubo na rua após a criação do abrigo. Pelo menos seis casas da rua já foram invadidas pelos moradores de rua, inclusive a do artista Adir Sodré.

Os moradores da rua contam que vivem com medo e por causa da falta de policiamento, se sentem refém dos “novos vizinhos”. Eles dizem que até pedestres estão sendo roubados pelos moradores de rua.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, 15 pessoas que eram moradoras da Ilha da Banana estão morando na casa alugada na rua 12 de outubro.

A Secretaria informou que firmou uma parceria com outras secretarias, e já estão providenciando outro local para os moradores de rua. Porém, a assessoria da pasta afirmou que há dificuldade em encontrar uma casa por que quando os proprietários dos imóveis descobrem a finalidade do aluguel, recuam.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here