DERF: Polícia Civil prende autores de roubos de chácaras da região do Sucuri

0
290
Foto: Ilustração
CAMARA VG

Três homens envolvidos em roubos em chácaras da região do Sucuri em Cuiabá tiveram mandados de prisão cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, no sábado (19.08), após serem identificados em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) da Capital.

Alex Leôncio da Silva, 25, conhecido como “Do Mato”, Natanael Maiko Bernardo da silva, 20, o “Gordinho” e Rômulo Leôncio de Almeida, 24, o “MC Bambu” foram reconhecidos como autores de, pelo menos, dois roubos violentos na região e já estavam presos por outros crimes. Um quarto suspeito de participar dos roubos também foi identificado, porém continua foragido.

As investigações da Derf iniciaram após uma sequência de roubos em chácaras na região. Em um dos casos, ocorrido no dia 04 de junho, seis homens munidos de arma de fogo e arma branca invadiram uma propriedade que funcionava como chácara e empresa, e mediante grave violência subtraíram televisores, aparelhos celulares, notebook, dinheiro, entre outros pertences das vítimas.

As vítimas foram ouvidas na Derf e através do arquivo fotográfico da delegacia, reconheceram os três suspeitos como autores do roubo. Diante da suspeita, o delegado Caio Fernando Alvares Albuquerque representou pelo mandado de prisão temporária contra os suspeitos, decretados pela Justiça e cumpridos no dia 15 agosto pela equipe da Derf.

Os investigados foram interrogados e passaram pelo reconhecimento pessoal das vítimas, sendo confirmados como autores do crime. Diante da situação, o delegado Caio Albuquerque representou pela conversão da prisão temporária dos acusados em prisão preventiva, sendo o pedido acatado pela Justiça. As prisões preventivas foram cumpridas no sábado (19) dentro do presídio, onde os acusados estavam presos por outros crimes.

Segundo o delegado, os suspeitos Alex e Natanael junto a um terceiro comparsa foram identificados também como autores de outro roubo na região, ocorrido no dia 25 de maio na chácara de um deputado. Na ocasião, foram subtraídas armas de fogo, microfones e aparelhos celulares.

“As diligências continuam para prender o quarto suspeito de participar dos assaltos na região. Os quatro identificados são criminosos de alta periculosidade, que agem com extrema violência durante a execução dos crimes”, destacou o delegado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here