A Polícia Civil de Vila Rica prendeu o suposto suspeito de espancar e causar lesões em um enteado

0
246
Foto: Reprodução
CAMARA VG

Um homem de 64 anos foi preso pela equipe da Delegacia de Vila Rica, nesta segunda-feira (04.03), pelo crime de lesão corporal contra o enteado.

A polícia civil foi notificada na semana passada, após a denuncia de que o menor havia sido severamente agredido pelo padrasto.

A criança confessou que M.S.R. a agrediu com uma corda, que a deixou com diversas dores nas costas, conforme os exames periciais.

A equipe policial realizou diversas perícias na propriedade rural onde o investigado reside, mas não o localizou. A esposa e mãe da vítima, no dia da denuncia, disse à equipe que não era necessário a presença de policiais, uma vez que o marido estava apenas educando o filho. Em depoimento à Delegacia de Polícia de Vila Rica, a delegada alega que o marido educa as crianças da residência, mas que foi a primeira vez que abordou de forma tão abusiva o filho.

“A mãe demonstra normalidade com as rotineiras agressões perpetradas por seu marido, padastro da vítima”, reforçou o delegado Luiz Humberto Mendes, acrescentando que a mãe também é investigada pela omissão no crime de lesão corporal.

Após as diligências realizadas na semana, o delegado representou pela prisão preventiva do padrasto, que foi cumprida nesta segunda-feira, na zona rural do município.

O padrasto responde a outros procedimentos policiais em Vila Rica pelos crimes de ameaça, coação no curso do processo e descumprimento de medida protetiva.

 

Fonte: Informações/ PJC-MT