O autor da Chacina de Sinop desiste da entrevista concedida ao apresentador Roberto Cabrini

0
1170
Foto: Reprodução
ALMT TRANSPARENCIA

Edgar Ricardo de Oliveira, um dos responsáveis pela chacina que resultou na morte de sete pessoas em Sinop, dentre elas uma adolescente de 12 anos. A desistência de Edgar foi confirmada nesta quarta-feira (13).

Cabrini, com o objetivo de dar voz ao autor da chacina, solicitou à Justiça a autorização para entrevistá-lo, o que foi concedido. A juíza registrou que não encontrou obstáculos para isso, desde que respeitasse as determinações do estabelecimento prisional em que o réu se encontra.

Edgar preferiu não se manifestar à Cabrini, de acordo com a sua defesa. O apresentador da Rede Record esteve em Mato Grosso esta semana e foi entrevisto pela imprensa local.

Cabrini solicitou uma exclusiva com Edgar para que pudesse ser exibida em um dos programas da Rede Record de Televisão. Além de Cabrini, também se compuseram a equipe que adentraria os corredores da PCE.

O crime delituoso ocorreu no dia 21 de fevereiro de 2023, em um bar de jogos de sinuca localizado no município de Sinop. De acordo com o Ministério Público, Edgar Oliveira e Ezequias Ribeiro apostaram em jogos de sinuca e perderam cerca de quatro mil reais.

Edgar retornou ao estabelecimento acompanhado de Ezequias, que orientou uma das vítimas para novas partidas de sinuca, também com apostas em dinheiro, ocasião em que perdi a oportunidade.

Após o revés, Edgar atirou-se à mesa e conversou com o seu comparsa Ezequias. Imediatamente, sacou uma espingarda e atirou-a na parede do bar. Foram registradas sete mortes, incluindo a menina de 12 anos, que foi alvejada de forma covarde pelas costas por Edgar, que acabou sendo preso. Ezequias morreu após um confronto com a polícia.

 

 

Fonte: Informações/ Olhardireto