Um cão que deveria ter sido transportado para Sinop morreu devido a um problema no transporte aéreo da Gol

0
69
Foto: Reprodução
ALMT TRANSPARENCIA

Um cão de quatro anos de idade chamado Joca, que deveria ter sido transportado do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para Sinop, no norte de Mato Grosso, morreu nesta segunda-feira (22) devido a uma falha no processo de transporte. Ao invés de Sinop, o animal foi parar em Fortaleza. A empresa Gollog era responsável pela operação do voo.

Em nota, a companhia admitiu a falha, lamentou o ocorrido e disse que atende à família. A Gol informou que a equipe da Gollog na capital cearense desembarcou Joca e se encarregou de cuidar dele até o embarque para Guarulhos.

Durante este período, a companhia informou que os registros de Joca sendo acomodado na aeronave foram enviados para o tutor. Entretanto, o animal faleceu durante o trajeto. “Infelizmente, logo após o pouso do avião no aeroporto de Guarulhos, vindo de Fortaleza, fomos surpreendidos pelo falecimento do animal”, disse a Gol, em uma nota.

Quando o tutor chegou em Sinop, ele imediatamente retornou para Guarulhos para reencontrar Joca.

A Companhia está fornecendo todo o suporte necessário ao tutor e a investigação dos detalhes do ocorrido está sendo conduzida com absoluta prioridade por nossa equipe. Nós compartilhamos o sofrimento do tutor de Joca. Achamos a sua dor e lamentamos profundamente a perda do seu animal de estimação”, disse a Gol.

 

 

Fonte: Informações/ Olhardireto