Wilson entrega projeto de drenagem da avenida Fernando Corrêa, que está orçada em R$ 6 milhões

0
354
Reprodução
ALMT TRANSPARENCIA

Olhar Direto

O secretário Wilson Santos, entregou o projeto das obras de drenagem da região da Avenida Fernando Corrêa da Costa, que está orçado em R$ 6 milhões, na reunião que teve com o prefeito Emanuel Pinheiro, nesta semana, em Cuiabá.

De acordo com Wilson Santos, a obra acontecerá em três etapas: uma no bairro Jardim das Américas, uma no bairro Jardim Kennedy e outra na própria Avenida Fernando Corrêa.

“Com a chegada do prefeito Emanuel pinheiro facilitou. Este projeto de drenagem é uma obra que está orçada em aproximadamente R$ 6 milhões, e são três etapas. Etapa um no Jardim das Américas, etapa dois no Jardim Kennedy e etapa três na própria Avenida Fernando Corrêa da Costa”, disse.

Wilson afirmou que precisa do apoio da prefeitura para fazer a limpeza das bocas de lobo na região.
“Já está tudo pronto e deve ir até as próximas semanas já para a rua [o edital], na modalidade tomada de preço. Eu estou trazendo aqui porque nós precisamos da prefeitura pra desobstruir as bocas de lobo no jardim das Américas e no jardim Kennedy, essa vai ser a participação efetiva da prefeitura no projeto”, disse.

Durante a reunião, o secretário também fez elogios ao antigo rival político, Emanuel Pinheiro, por dar continuidade em algumas obras da Capital.

“Eu até parabenizei aqui o prefeito, pelas obras que ele está fazendo no rodoanel, fazendo as rotatórias de acesso à MT-010, à rodovia Emanuel pinheiro (MT-251). O prefeito Emanuel Pinheiro logo de imediato, nos seus primeiros meses, tratou de dar continuidade às obras de seus antecessores, eu acho essa postura muito elegante, republicana e eu o parabenizei por esta postura, que é a postura de um estadista”, disse Wilson.

Obras de drenagem

A região do viaduto da UFMT na Avenida Fernando Corrêa, sempre sofre com alagamentos em dias de chuva forte. A obra, construída como parte das obras do VLT, foi entregue em dezembro de 2013, mas permanece inacabada.

Em dezembro de 2015 o Governo de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Cidades (Secid) e a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) firmaram um convênio de R$ 616.410,62 para a elaboração de projetos para minimizar os impactos causados pela deficiência de drenagem na região da avenida Fernando Corrêa da Costa, próximo ao Córrego do Barbado. No entanto, as obras de drenagem ainda não foram feitas.

Ao assumir a pasta, o secretário de Cidades de Mato Grosso, Wilson Santos, garantiu que o problema naquela região será resolvido ainda em 2017.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here