Agentes penitenciários paralisam atividades por 48 horas

0
296
Reprodução
CAMARA VG

RepórterMT

O Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT) realiza uma paralisação por 48 horas, a partir de quinta-feira (10). No período, apenas os chamados ‘trabalhos funcionais’ serão realizados, para evitar rebeliões que coloquem os servidores e sociedade em risco.  A ação é chamada de Operação Legalidade.

O Presidente do Sindspen, João Batista, disse ao RepórterMT que apenas a segurança das unidades prisionais será prioridade, mantendo agentes nas torres de vigia, no corpo da guarda e na contenção. Os serviços como a escolta de presos em audiências e a entrada de visitantes – advogados e familiares – serão suspensos.

Esse posicionamento foi votado pelos servidores na última assembleia geral realizada no dia 04, em frente à Penitenciária Central de Mato Grosso (PCE), onde todas as pautas de reivindicações foram discutidas e estão sem avanço, principalmente com relação à questão das progressões de classe, que desde 17 de janeiro estão paralisadas.

Será realizada nova assembleia na sexta-feira (11), quando irão decidir se continuam a Operação Legalidade.

O sindicato informa que notificou a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) sobre este procedimento, explicando que os servidores vão atender as demandas do dia-a-dia de trabalho dentro dos regulamentos.

“Essa operação vai durar por 48 horas e caso não haja evolução no sentido de satisfazer a necessidade do setor, o procedimento será adotado permanentemente”, disse Batista. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here