Taques elogia postura de Temer por reformas e cobra ferrovias e BR-163

0
180
Foto: Reprodução
CAMARA VG

O Documento

O governador Pedro Taques (PSDB) aproveitou a presença do presidente Michel Temer (PMDB) em Mato Grosso para cobrar melhoria na infraestrutura dos transportes com o objetivo de facilitar o escoamento da safra mato-grossense. Temer participou na manhã desta sexta-feira (11) da inauguração da primeira usina de etanol de milho, em Lucas do Rio Verde. “Mato Grosso tem ajudado o país e o Brasil precisa ter um olhar diferenciado para este Estado. Precisamos concluir os 100 quilômetros que faltam ser asfaltados, na BR 163, ligando Mato Grosso até a Miritituba no Pará. Precisamos que as ferrovias cheguem à Lucas do Rio Verde. Precisamos que a Ferrogrão saia do papel”, destacou Taques.

Taques exaltou a potencialidade de Mato Grosso, que tem se destacado no cenário nacional de exportações. “Dos US$ 100 bilhões das exportações, em 2016, São Paulo exportou US$ 22 bilhões e Mato Grosso exportou mais de 16 bilhões. Mato Grosso está superando desafios para quem sabe produzir”.

O tucano aproveitou para elogiar a postura do presidente em levar para o Congresso, a discussão sobre reformas, que há anos estão paralisadas.  “O presidente Michel Temer é um homem sério, digno e tem visão de futuro, tenho certeza que fará as reformas certas ao Brasil. Vossa excelência teve coragem de sancionar a reforma trabalhista após aprovação no Congresso e vai conseguir a reforma da Previdência, tão necessária ao nosso país”.

Após ouvir o governador, Temer limitou-se a dizer que está consciente das reivindicações dos produtores. “Vamos levar adiante esses planos e, quem sabe, trazê-los para a iniciativa privada”, disse.

Usina

A primeira fábrica de etanol de milho do país foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (11), em Lucas do Rio Verde (MT), com a presença do presidente Michel Temer e do ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). “Muitas outras empresas como essas, compatíveis  com o que prevê o Acordo do Clima de Paris, virão”, disse o presidente, destacando “o sentido empresarial e de preservação ambiental” da inciativa, por tratar-se de combustível não poluente. Temer e Maggi participaram ainda do início da colheita de algodão no município.

A empresa, FS Bioenergia, vai produzir anualmente aproximadamente 210 milhões de litros de etanol, além de outros derivados do milho, como óleo e farelo, além de gerar 60.000 megawatts de eletricidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here