Romoaldo Júnior destina 500 mil para obras do Hospital Regional de Alta Floresta

0
184
Foto: Marcos Lopes/ALMT
CAMARA VG

Emenda do deputado Romoaldo Júnior (PMDB) no valor de de 500 mil reais vai ajudar na construção de duas salas cirúrgicas e um ambulatório no Hospital Regional Albert Sabin de Alta Floresta (a 786 km de Cuiabá). A liberação do recurso foi definida numa reunião promovida pelo parlamentar com o governador Pedro Taques (PSDB) na tarde da última quinta-feira (17). Do encontro que ocorreu no Palácio Paiaguá, também participou o prefeito alto-florestense Drº Asiel Bezerra de Araújo (PMDB).

O recurso será encaminhado para Associação dos Amigos do Hospital Regional de Alta Floresta (AAMIGHOS) – que é formada por representantes de entidades e órgãos públicos de Alta Floresta e dos municípios de Carlinda, Paranaíta, Apiacás, Nova Monte Verde e Nova Bandeirantes, que visam melhorias na infraestrutura da casa de saúde. Diante disso, o deputado explicou que a verba ficará sob a responsabilidade da associação, pois é ela que irá administrar as obras onde será investido o dinheiro.

Romoaldo destacou que o momento é de formar parcerias para o fortalecimento da saúde e citou o belo exemplo da AAMIGHOS, que foi criada no começo deste ano, pela comunidade de Alta Floresta, que ao ver o Hospital Regional Albert Sabin prestes a fechar as portas, se uniu em parceria com o comércio e produtores rurais, realizando uma pequena reforma e doando alimentos para a unidade hospitalar. “Sei que isso não é obrigação da população, que esse papel é do governo, entretanto, em algumas vezes pode ser a única saída. Estou muito contente com a liberação dessa verba pelo govenador”, disse.               

O representante da Associação, Dr. Cássio de Souza, agradeceu ao deputado e o parabenizou pelas ações que faz por Alta Floresta. “O deputado Romoaldo é um grande parceiro. Todos os envolvidos na AAMIGHOS são cidadãos comuns e ou representantes de entidades e órgãos públicos, atendendo ao apelo do médico Sérgio Dezanette, diretor clínico do HR, que como porta vós dos demais médicos, tem demonstrado preocupações com a situação vivida diariamente no Hospital Regional, onde os pacientes, independente da gravidade do caso, têm que esperar para serem atendidos, diante da falta de estrutura física, que infelizmente, não atende à demanda.” esclareceu o Dr. Cássio.

Portaria 117/2017 – O prefeito da cidade, também agradeceu a liberação da emenda e aproveitou a oportunidade para explicar ao governador que não há possibilidades de a prefeitura atender a portaria nº 117/2017 assinada pelo secretário de Estado de Saúde, Luiz Soares, que estabelece que os hospitais regionais não vão mais atender os serviços de pronto socorro. O prefeito justificou que o Hospital de Alta Floresta, não tem estrutura para atender a portaria.

“Ficamos muito felizes com a liberação da emenda pelo governador, vai ajudar muito nas obras do hospital. E aproveitamos o momento para explicar para ele que Alta Floresta não tem condição de assumir a portaria nº 117/2017. Ele nos garantiu que será realizado um estudo sobre o assunto, e que, em breve nos dará uma resposta”, disse o prefeito ao agradecer o apoio do deputado à cidade. “O Romoaldo é o nosso representante na Assembleia Legislativa, está sempre à disposição para resolver nossos problemas”.

 Reformas

De acordo com o governador, uma equipe de servidores das Secretarias de Saúde (SES-MT) e de Gestão (Seges-MT) está fazendo uma visita técnica aos diretores dos hospitais regionais para identificar a real necessidade de reforma, manutenção e edificação. Essa mesma equipe de trabalho será responsável por acompanhar as obras de reformas e ampliação nos hospitais e também por fiscalizar o cumprimento das metas estabelecidas no cronograma. Além de alta Floresta, os municípios que possuem Hospitais Regionais são: Sorriso , Colíder, Sinop, Rondonópolis, Cáceres e Tangará da Serra.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here