Justiça derruba liminar e deputado volta a debater contas de Pátio

0
12
Foto: Angelo Varela/ALMT
CAMARA VG
ALMT
BANNER BAÇANCO CAMARA VG

O deputado estadual Claudio Ferreira (PL) retomou na Justiça o direito de debater as contas públicas de Rondonópolis, na gestão do prefeito Zé do Pátio (PSB).

No último dia 4 deste mês, Ferreira, que é pré-candidato a prefeito, disse que as projeções apontam para dívidas de até R$ 1 bilhão na Prefeitura até o final da atual gestão.

Pátio, então, procurou a Justiça e no último dia 17 de novembro conseguiu uma decisão favorável impedindo o parlamentar de tratar do tema com a justificativa de que as afirmações do opositor “não eram verdadeiras”.

O deputado recorreu e, ao analisar a documentação apresentada, o magistrado descordou de Pátio.

“O reclamado [Cláudio] trouxe aos autos dados que têm com condão de respaldar o seu ponto de vista acerca do tamanho da dívida do município”, disse.

“A Justiça entendeu que tudo que fizemos está dentro da liberdade de expressão e é inerente ao debate público”

“Não há indícios de excesso à liberdade de expressão e de informação” e que a fala do deputado “faz parte do debate público”, cassando a liminar.

Ataques pessoais

O deputado disse ter conseguido demonstrar que não ultrapassou sua “liberdade de expressão”.

Ainda lamentou que adversários tenham aproveitado da situação para lhe fazer “ataques pessoais”.

“Na defesa, detalhamos tudo que nos embasou para fazer aquela fala e a Justiça entendeu que tudo que fizemos está dentro da liberdade de expressão e é inerente ao debate público, sendo assim, precisamos insistir na verdade porque ignorá-la não vai adiantar, até porque a conta vai chegar e quem vai pagar é o povo de Rondonópolis”, afirmou.

“O que queremos é um debate maduro com argumentos embasados em dados e documentos. Este tema tem grande importância para o município de Rondonópolis. O debate será retomado e para mentira cada mentira que contarem falaremos mil verdades”, completou.

 

 

Fonte: MidiaNews

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here