A Operação Mata Virgem tem como objetivo combater o desmatamento ilegal na região norte do estado de Mato Grosso

0
14
Foto: Reprodução
ALMT TRANSPARENCIA

A ação conjunta entre a Delegacia Especializada em Meio Ambiente (Dema) e a Gerência de Operações Especiais (GOE), a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e a Polícia Militar, que foi realizada entre os dias 27 de fevereiro e 04 de março, teve como objetivo a fiscalização ambiental na região norte de Mato Grosso.

A operação intitulada Mata Virgem fiscalizou seis propriedades rurais, localizadas nos municípios de Marcelândia, Cláudia, Analândia e região. O objetivo central dos trabalhos era a fiscalização de crimes contra a natureza em áreas de risco de desmatamento ilegal, identificadas por meio de imagens de satélite.

As ações desenvolvidas na região resultaram em seis autos de inspeção, cinco notificações de CAR, cinco autos de infração por supressão de vegetação nativa, cinco autos de infração por exercer atividade sem licença ambiental, um auto de infração por descumprimento de embargo, um auto de infração por impedir a regeneração da vegetação nativa, dois termos de embargo, um termo de apreensão e um termo de depósito de um trator utilizado na supressão de vegetação nativa e regeneração sem autorização ambiental.

A delegada titular da Dema, Liliane Murata, frisou que as operações de combate ao desmatamento ilegal são uma constante e a especializada atua de acordo com a sua atribuição, com o objetivo de inibir a prática de crimes e a degradação ambiental, bem como responsabilizar os envolvidos.

“Nesta operação temos como foco propriedades que tentam por meio do desmatamento impedir a regeneração natural do solo, utilizando-se de queimadas ilegal, desmatamento em área de especial preservação e atividade potencialmente poluidora sem autorização do órgão responsável, causando sérios danos à sociedade mato-grossense”, disse a delegada.

Fonte: Informações/ PJC-MT