Oscar Bezerra afirma que encaminhou documentos à PF após constatar indícios de sobrepreço do VLT

0
236
Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto
CAMARA VG

Olhar Direto

Alvo de auditoria da Controladoria-Geral do Estado, de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa e, agora, de Operação da Polícia Federal, a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na Grande Cuiabá permanece como uma “nuvem” sobre a cabeça da população.

Presidente da CPI das Obras da Copa do Mundo e contrário à retomada das obras do VLT, o deputado estadual Oscar Bezerra (PSB) lembrou que a comissão, durante um ano e dois meses de investigação, esmiuçada em milhares de páginas, encontrou vícios insanáveis no contrato com o Consórcio VLT Cuiabá. Questionado se a operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (09) se baseia no relatório da CPI do VLT na AL, Oscar Bezerra foi curto e especulativo. “Talvez sim”.

Denominada “Descarrilho”, a operação da PF apura possíveis irregularidades na escolha do modal para operar na região metropolitana de Cuiabá. Entre os alvos da operação está o ex-secretário da Secopa Maurício Guimarães, conduzido coercitivamente.

Oscar Bezerra confirmou que a AL mandou cópia para a PF onde identificava sobrepreço nos gastos do VLT. Ainda conforme o relatório, sete agentes políticos estariam envolvidos nas irregularidades, lembrou Oscar. “Acho que se ficar provado realmente os desvios, é natural, a cadeia é o limite”.

“Nós fizemos nosso papel, contamos tudo o que detectamos de errado, jogos de planilhas e os equívocos cometidos. Como dizia sempre, cabe à CPI apontar e aos órgãos de controle penalizar, está aí a PF fazendo seu papel. Automaticamente deverá ter um pedido de inquérito do MPE, é natural” disse.

“Tomara que tenha bastante [desdobramento a Operação], pois Cuiabá e VG estão sofrendo com esta ferida aberta e merecemos uma resposta, a sociedade merece uma resposta, agora acredito que venha [eventual irregularidade no VLT] à tona”, acrescentou.
 
(Colaborou Paulo Victor Fanaia Teixeira)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here