Projeto Semear, em Sinop, floresce e em breve terá colheita

0
287
Foto: Reprodução
CAMARA VG

Um mês depois do início, o Projeto Semear, iniciativa de ressocialização desenvolvida com presos da Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Ferreira, em Sinop, já está florescendo e em breve terá a primeira colheita. 

O trabalho é desenvolvido por um grupo de 10 reeducandos para produção em uma área de 4,5 mil metros quadrados, ao lado da penitenciária. Eles passaram por uma qualificação no cultivo de hortaliças com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Agora, cuidam do plantio de hortaliças, como alface e almeirão, e também pepino. 

Ederson tem 25 anos, dos quais sete foram vividos dentro da penitenciária. Esta é a primeira oportunidade de trabalho extramuro e ele vê como uma chance para voltar melhor à sociedade e ter uma vida mais digna. “Trabalhar é uma chance de contribuir com algo bom e que traz proveito a outras pessoas”. 

Projeto Semear
O projeto é desenvolvido com a parceria de vários órgãos públicos e a iniciativa privada. A assistência técnica é da Prefeitura de Sinop e o financiamento é da iniciativa privada, com apoio do Conselho da Comunidade do município. 

 Parte da produção será absorvida pela indústria de conservas e parte pela empresa responsável pela alimentação dos reeducandos do presídio Ferrugem, o que simbolizará uma economia de, pelo menos, R$ 60 mil para os cofres públicos.


Inicio do plantio na área ao lado da Penitenciária de Sinop

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Airton Siqueira Junior, elogiou a união de esforços e disse que a iniciativa da Prefeitura reflete, diretamente, na segurança pública do município. “Ficar na ociosidade permite com que o reeducando fique pensando coisas pouco saudáveis. A iniciativa de Sinop se soma a dezenas de outros projetos que estão em andamento nas unidades prisionais do estado e contribuem para dar uma nova chance a centenas de reeducandos que voltarão à sociedade. E para evitar um ciclo vicioso a melhor oportunidade é a educação e o trabalho”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here