Empresária acusa diarista de furtar joias de seu apartamento

0
1031
Foto: Ilustração
CAMARA VG

Midia News

Uma empresária de Cuiabá, que atua no ramo de eventos, registou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, na noite da última sexta-feira (18), contra uma diarista pelo suposto furto de joias de alto valor de sua residência.

A empresária, que pediu não ter sua identidade revelada, por receio de sofrer represálias, acusou uma diarista chamada Cristiane, de 38 anos, de ter praticado o furto no primeiro dia de serviço no local.

A vítima relata que a funcionária chegou a sua residência por volta das 7 horas, quando ela ainda estava no local. Mais tarde, a empresária saiu e deixou a funcionária sozinha no apartamento.

Por volta das 16h30, a empresária recebeu uma ligação de sua filha dizendo que a casa estava bagunçada e que a diarista não havia realizado a faxina, conforme o combinado.

“Inicialmente, imaginei que ela pudesse ter tido algum problema, alguma coisa com o filho, e tivesse ido embora às presas”, relatou a empresária.

Mais tarde, quando chegou em casa, ela disse que ao abrir uma gaveta de seu guarda-roupa percebeu que havia um brinco de brilhantes caído. Neste momento, ela notou que algumas joias que estavam guardadas próximas a um cofre não estavam no local.

“Eu tenho um cofre que está emperrado e então estava ficando aberto. Resolvi guardar algumas joias atrás desse cofre, em um esconderijo no guarda-roupas. Justamente essas peças não estavam mais lá, quando cheguei”, afirmou.

A empresária preferiu não revelar o número de peças que foi furtado de sua residência, mas afirmou que uma das joias – com safiras, diamantes e ouro – é herança de família, que ela ganhou de presente de sua avó.

“Quando eu notei o furto, entrei em contato com o porteiro do prédio, que me disse que a Cristiane saiu lá de casa por volta de 16h15. Minha filha chegou em casa 16h30, foi muito rápido. Não há qualquer sinal de arrombamento e a chave estava guardada exatamente no local que eu pedi para que a diarista deixasse. Por isso creio que foi ela que furtou”, afirmou.

Além disso, a empresária afirmou que outras pessoas conhecidas em Cuiabá também afirmaram terem sido vítimas da mesma pessoa.

Uma delas, uma empresária dona de academia de musculação, já havia registrado um boletim de ocorrência em maio do ano passado.

Na ocasião, ela relatou que deixou a diarista em sua residência e que, ao retornar para casa, percebeu que seu guarda-roupas estava revirado e que faltavam três joias que estavam guardadas no local.

Na ocasião, foram furtadas uma pulseira em ouro 18 quilates infantil, uma corrente de ouro branco com pingente solitário de brilhante e uma corrente de ouro branco com pingente de elo de ouro cravejado com brilhantes.

Impunidade

Ao MidiaNews, a empresária do ramo de eventos contou ainda que entrou em contato com a diarista pedindo para que ela devolva os itens supostamente furtados. A suspeita negou que tenha praticado o furto.

“Foi realizada uma perícia aqui em casa, eu falei pra ela que a as digitais dela podem ser encontradas nos envelopes que foram revirados. Ela apenas disse que se forem encontradas suas digitais, é porque ela limpou o local. Como assim, se ela não teve tempo nem de limpar nem a pia de louças, foi limpar o guarda-roupas?”, questionou a empresária.

Ainda segundo ela, a diarista retornou à sua residência no sábado (19), mas reiterou que não furtou nenhuma joia.

“Ela veio aqui muito tranquila. Nós temos os dados dela, foto, telefone, RG, CPF e ela não parece nem um pouco preocupada. Penso que ela fez tudo o que faz, e continua fazendo, porque tem certeza na impunidade”, desabafou.


“E mais, nós que somos vítimas, acreditamos que ela pode ser integrante de uma quadrilha. Até em razão disso, a gente teme pela nossa segurança”, afirmou.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here