Larissa Manoela é alvo de processo milionário


0
© Foto: @larissamanoela

Fonte: Olhar Direto

Larissa Manoela e seus pais e empresários estão sendo processados pelo produtor de eventos Davi Dantas. Na ação, Dantas pede indenização por perdas e danos em valores de R$ 1,7 milhões. Ele alega ter contratado um show da atriz e cantora para o evento ‘Halloween no Jockey Club São Paulo’, em 28 de outubro de 2018. Porém, ela teria cancelado a festa sem uma justificativa concreta, mesmo com contrato assinado.

“Depois que não rolou o Anhembi, os pais Larissa sugeriram pra mim uma nova data quase um ano depois, pois disseram que seria o show novo que eles estavam lançando da nova turnê dela e com o repertório atualizado”, afirmou Dantas para a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

A assessoria de Larissa Manoela nega e se manifestou sobre o caso:

“Comunicamos que a artista Larissa Manoela, por meio de sua empresa, Dalari Produções e Eventos, não descumpriu qualquer contrato de trabalho com o Sr Davi Dantas de Souza. O empresário que diz ter contratado, em 2018, um show da atriz e cantora que não foi realizado por responsabilidade única e exclusiva do próprio. O referido senhor não conseguiu a documentação necessária junto aos órgãos responsáveis para a realização do evento. Ele, então, propôs nova data e novo local (aceitos de forma cortês pela produção da artista) e, novamente, não teve a documentação necessária para a realização sequer do novo show. Vale lembrar da importância de se cumprir as exigências legais para oferecer ao público condições seguras para a realização de shows, assim como toda a devida documentação para tanto. No dia de hoje, 20, ao que parece, uma suposta ação teria sido movida contra a Dalari. Mesmo dia em que jornalistas receberam e-mail do sr. Davi anunciando que teria um “escândalo” (palavras dele) de Larissa Manoela. Nesta suposta ação, o contratante afirma que teria pago R$50 mil reais como sinal, e estaria pedindo um suposto ressarcimento de cerca de 1,7 milhão, ou seja, de 35 vezes o valor. Mas a artista não recebeu nenhuma citação oficial desse processo, afinal está fora do país, rodando um longa-metragem em Nova Iorque, não tendo, assim, como saber, efetivamente do que se trata o pleito deste senhor que quer chamar este problema por ele causado, de escândalo.”

Se 2020 começa com uma má notícia, 2019 foi de ótimas notícias para a atriz. Ela deixou o SBT e assinou um contrato com a Rede Globo. Além disso, estrelou seu primeiro longa metragem: “Modo Avião”, disponível na Netflix.

Deixe um comentário