Luverdense sofre dois gols no 1ª tempo, mas consegue empate

0
263
Reprodução
CAMARA VG

Midia News

O futebol é uma caixinha de clichês, mas não dá muito para fugir deles na partida entre CRB e Luverdense, no Rei Pelé. Dois tempos bem diferentes neste sábado. O Galo abriu boa vantagem na primeira etapa, com dois gols de Neto Baiano, estava com o jogo na mão, mas foi caindo de produção.

Valente, o LEC não se entregou e foi buscar o empate por 2 a 2, gols de William e Rafael Ratão. Os dois de bola parada. O Luverdense foi melhor no segundo tempo e mereceu o pontinho conquistado em Maceió.

O empate tirou o time do Mato Grosso da zona de degola. Chegou a 24 pontos e assumiu a 16ª colocação. O CRB perdeu uma posição. Com 29, caiu do 10º para o 11º lugar. Na próxima rodada, o CRB vai até Recife enfrentar o Santa Cruz, sábado, às 16h30. Já o Luverdense recebe o Londrina, no Estádio Passo das Emas, também no sábado, às 19h.

Três gols no primeiro tempo

O início de jogo foi de muita pressão do CRB na saída de bola. Surtiu efeito aos quarenta segundos. Os quatro meias, além de Neto Baiano, subiram a marcação. Élvis forçou o erro de passe de Gabriel Passos, que tocou errado para o meio. Danilo Pires interceptou o passe e deixou Neto na cara do gol para marcar, de direita.

Após a pressão inicial, o CRB voltou a se compactar e fazer uma marcação mais no campo de defesa, tentando atrair o Luverdense. Aos poucos, o LEC foi chegando com certo perigo ao gol do CRB.

Os visitantes insistiam nas jogadas pela direita, tentando criar superioridade numérica. Mas foi o Galo que marcou. Numa boa subida pela direita, Edson Ratinho avançou e cruzou no segundo pau, com estilo. Neto subiu mais que a zaga e tocou no contrapé do goleiro, aos 32.

Depois de sofrer o segundo gol, os visitantes se jogaram de vez ao ataque. O Luverdense tanto forçou o jogo pelo lado esquerdo, que conseguiu marcar. Após falta lateral cometida por Eduardo, Marcos Aurélio bateu na área e o zagueiro William subiu livre, desviando a bola, aos 37 minutos: 2 a 1, e fim do primeiro tempo.

Empate na etapa final

O CRB começou o segundo tempo tentando controlar a posse de bola, evitando a pressão inicial do Luverdense. Entretanto, os visitantes aproveitaram os espaços dados pela defesa do Galo e aos 4 minutos quase empataram, com Rafael Silva.

Se no primeiro tempo os contra-ataques foram perigosos, na etapa final o Galo tinha dificuldades para encaixar a transição da defesa para o ataque. O Luverdense dominou as ações no meio campo e pressionou muito o CRB. Tanta pressão acabou sendo recompensada com o gol de empate. Aos 36 minutos, Marcos Aurélio bateu escanteio na área e, após desvio de cabeça, Rafael Ratão só teve o trabalho de empurrar a bola pro gol.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here