Mulher mata marido com pauladas na cabeça após ser ameaçada por deixar filha de 18 anos namorar


0
Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Fonte: Olhar Direto

Um homem identificado como José Carlos Gomes Pereira, de 45 anos, foi morto com pauladas na cabeça, pela própria esposa, após ameaçá-la durante uma discussão, na manhã do último domingo (11), no bairro Vila Maria, em Barra do Garças (a 518 km de Cuiabá). A discussão iniciou-se porque José não queria que a enteada, de 18 anos, namorasse. Teria dito ainda para que a esposa expulsasse a jovem de casa.
 
Uma equipe da Polícia Militar (5º Comando Regional) foi acionada pela suspeita, Kênia Neres Matos, 40 anos. Ela relatou que teria matado o homem, pois ele teria estuprado sua filha. Kênia contou aos policiais que José não aceitava em hipótese alguma o namoro da jovem. Exigia ainda que Kênia expulsasse a própria filha de casa.

Em determinado momento da discussão, José teria empurrado Kênia e dito que a mataria. A ocorrência cita ainda que o homem já teria ameaçado matar mãe e filha e se matar em seguida. Ele também dizia que iria atear fogo na casa onde moravam.  
 
Por volta das 5 horas da manhã, ao sofrer a ameaça, ela pegou um pedaço de pau e seguiu em direção do marido, que teria duvidado que ela o atacaria. Quando o homem virou-se de costas,  a mulher deu uma paulada em sua cabeça.
 
José caiu no chão e mesmo assim, a mulher continuou a atacar o marido. Depois de algum tempo, ela chamou o vizinho e pediu para que o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar fossem acionadas.
 
O homem ainda apresentava sinais vitais, respiração ofegante e mexia os pés quando os policiais estavam na casa. Ele também apresentava massa encefálica exposta. Quando a equipe de resgate chegou, no entanto, o homem já estava em óbito.
 
Os militares conduziram Kênia à Central de Flagrantes para as devidas providências. A Perícia Técnica (Politec) foi acionada e esteve no local. Um laudo deverá apontar se a jovem realmente foi estuprada. 

Deixe um comentário