Juiz remarca audiências sobre morte de tenente Scheifer para maio do ano que vem


0
Foto: Rogério Florentino / OD / Reprodução

Fonte: Olhar Juridico

O juiz Marcos Faleiros da Silva, da 11ª Vara Criminal Especializada da Justiça Militar, cancelou as três audiências do processo sobre a morte do tenente Carlos Henrique Scheifer, ocorrida em maio de 2017, e as remarcou para o mês de maio de 2020, quanto o caso completa três anos.

Em seu depoimento o sargento Antônio João da Silva Ribeiro teria dito que, no hospital, os três membros do Bope teriam ido sozinhos a uma sala, onde conversaram. Ele disse que os três aparentavam estar abalados, mas quando tentou se aproximar, para saber como se deu a morte de Scheifer, Jacinto teria dito para que ele se afastasse.

Os integrantes do Bope então teriam inventado a versão de que Scheifer teria morrido pelo tiro de um suspeito, o que foi desmentido depois pela perícia. Os policiais militares ouvidos ainda relataram que eram impedidos de ir ao local onde Scheifer morreu, por outros membros do Bope que já estavam no local, por que seria uma região de risco. Os militares que foram ouvidos ontem também disseram que desde o início desconfiavam da versão dada pelos três policiais do Bope.

Deixe um comentário