A Polícia Civil apreendeu drogas e dinheiro em um local apontado como um escritório de golpes em Cuiabá

0
20
Foto: Reprodução
CAMARA VG

A Polícia Civil deflagrou uma ação de apreensões em uma residência localizada no bairro Jardim Umuarama II, cumprindo um mandado de busca e apreensão.

A residência e o bar vizinho foram alvos de denúncias anônimas de que funcionavam como um escritório de golpes de estelionato e um centro de tráfico de drogas. De acordo com as informações, o delegado Marcelo Menezes apresentou um requerimento de busca e apreensão no local, que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais da Delegacia de Estelionato.

Na calçada próxima ao bar, os policiais deram-se conta de uma movimentação suspeita, que, quando questionados, não revelaram o que estavam fazendo no local. Durante a autuação pessoal, foram encontrados consideráveis valores em espécie, sendo de um valor de 1 mil e 1,5 mil, valor que os suspeitos não souberam informar.

Após uma análise do sistema, verificou-se que os abordados já haviam sido condenados por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídio. No entanto, nenhum material ilícito foi encontrado.

Em cumprimento ao mandado de busca e apreensão, os policiais encontraram a porta aberta, as luzes e o ar-condicionado acendidos, mas ninguém estava no local. Durante as buscas no interior da residência, foram encontrados R$ 7.686, em três locais distintos, além de 67 porções de cocaína embaladas para venda, um tablete médio de pasta base, três aparelhos celulares e diversos documentos.

Os materiais encontrados na residência foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia de Estelionato de Cuiabá. Os suspeitos que foram abordados no bar foram conduzidos para serem esclarecidos e, posteriormente, liberados. As investigações continuam para identificar os responsáveis pelo escritório de golpes e pelo ponto de venda de drogas.

 

 

Fonte: Informações/ PJC-MT