Um piloto que traficava drogas da Bolívia para trabalhar para um cartel foi preso pela polícia em Cuiabá

0
32
Foto: Reprodução
ALMT TRANSPARENCIA

A Gerência Estadual de Polinter e Capturas da Polícia Civil prendeu três foragidos da justiça, na capital e no interior do estado, sendo um piloto que atuava no tráfico de drogas entre a Bolívia e o Brasil.

A Polinter, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, apoiou a prisão de I.M.S., de 41 anos, por tentativa de feminicídio contra a esposa. A DHPP de Cuiabá notificou-se de que havia um mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário de Rondônia contra o autor da tentativa de feminicídio.

O Núcleo de Inteligência da Polinter realizou diversas perícias e confirmou a prisão por tráfico de drogas. I.M.S. é piloto de uma aeronave e, por conta disso, trabalhava para os cartéis do tráfico, transportando drogas da Bolívia para o Brasil.

A delegada Sílvia Maria Pauluzzi frisou que, com esta detenção, a Polinter conseguiu retirar um membro do braço do crime organizado.

Em Cuiabá, a Polinter prendeu K.A.F., de 29 anos, no Jardim Umuarama. A acusada é acusada de tráfico de drogas em Rondonópolis. A mulher foi detida após a sua prisão e foi conduzida à penitenciária feminina.

Prisão em Paranatinga

Outra detenção no dia de hoje foi a de um investigado pelo crime de estupro de vulnerável. J.L.S., de 43 anos, responde pelo delito na capital, mas foi localizado numa fazenda a 50 quilômetros de Paranatinga.

A Polinter solicitou o auxílio da Delegacia de Paranatinga para a prisão de ontem. Ele foi conduzido à delegacia, onde foi ouvido e, posteriormente, submetido à audiência de custódia do Poder Judiciário.

 

Fonte: Informações/ Olhardireto