Polícia Civil prensa 250 carros, motos e caminhões sem condições de uso


0
Assessoria | PJC-MT

Fonte: MT.GOV

A Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e furtos de Veículos Automotores (Derrfva) deflagrou na manhã desta quinta-feira (12.09), a 2º fase da operação “Pátio Limpo”. A ação serviu para realizar a prensa de 250 veículos, entre motocicletas, carros e caminhões, que estavam há décadas aguardando destinação. Após a prensa, o material é enviado para reciclagem.

O foco da ação, que começou em fevereiro deste ano, é a descontaminação e limpeza do pátio utilizado pela delegacia. Para autorizar um veículo a passar pela prensa, a unidade policial concluiu mais de 750 inquéritos e restituiu 1.400 veículos aos proprietários. Os bens ficam de posse da delegacia quando o veículo é apreendido por alguma queixa de crime: roubo, furto, clonagem, dentre outros.

Além da Derrfva, o trabalho de limpeza envolve também o Poder Judiciário, o Ministério Público e o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran). O processo de descontaminação e reciclagem dos veículos inicia com a retirada da bateria, óleo e combustível. Após esse procedimento, é feita a compactação, pesagem e destinação do material para reciclagem.

“O processo destes bens inservíveis começou no início do ano. Fizemos diversas ações cartorárias que resultaram na conclusão de mais 750 inquéritos. A partir deste trabalho, criamos um procedimento padrão de atendimento a vítima, o que facilitou a entrega do veículo a quem de direito. Com estas medidas nós entendemos que vamos garantir um local limpo, tanto para o servidor, como também para a sociedade. Nosso trabalho tem permitido diminuir o passivo de décadas”, ressalta o titular da Derrfva, Gustavo Garcia Francisco.

O delegado adjunto da Derrfva, Arnon Osny, explica que os veículos prensados são considerados bens inservíveis e por isso a necessidade de dar destino apropriado. “A equipe aqui tem uma dupla função, tanto a questão ambiental que a gente vai solucionar o problema, como também a questão da própria unidade, que tem que destinar efetivo para cuidar do espaço. Estes veículos estão sendo reciclados nesta etapa e até dezembro ocorrerão mais duas. O objetivo é manter o espaço limpo”, enfatiza.

Um dos focos da limpeza dos pátios também é a preocupação com o meio ambiente e a saúde pública. “O processo de reciclagem é prioridade da atual gestão. Com essa ação, além de colaborar para a preservação do meio ambiente, também eliminamos prováveis criadouros de insetos”, pontua o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos.

Além dos servidores da delegacia especializada, participaram do ato o delegado metropolitano, Douglas Turíbio Schutze, o delegado e diretor de atividades especiais da PJC, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, o presidente do Detran, Gustavo Vasconcelos e o promotor da 19º Promotoria de Justiça, Reinaldo Rodrigues de Oliveira Filho.

Deixe um comentário