Estelionatários que se passavam por policiais civis são presos após golpes em várias vítimas


0
Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Fonte: Olhar direto

Investigação da Delegacia de Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) esclareceu um caso de estelionato praticado por um casal contra diversas vítimas da cidade. A mulher e o companheiro dela, que se passavam por policiais civis, foram presos em flagrante nesta quinta-feira (20), em uma casa no bairro Serra Dourada, por estelionato e receptação. Na residência, a polícia apreendeu produtos comprados pelo casal e que não foram quitados, além de cartões de bancos em nomes diversos e talonários de cheque.

A investigação da Derf teve início depois que uma das vítimas procurou a delegacia relatando que a suspeita comprou roupas, no valor total de R$ 4.560,00, e que deu como entrada cem reais e informou ser policial. Após a primeira compra, a mulher voltou outras vezes para comprar mais produtos e disse que estava revendendo as peças a colegas da Polícia Civil da cidade.

No início desta semana, a suspeita retornou e pediu peças masculinas, deixando um cheque apenas assinado e dizendo que repassariaas roupas a um colega de trabalho. Desconfiado da mulher, a vítima foi ao endereço informado por ela e vizinhos afirmaram não conhecê-la. Ao procurar na polícia as supostas clientes e a suspeita, a vítima constatou que não havia policiais civis com os nomes repassados. Em uma rede social, a vítima reconheceu parte dos produtos sendo vendidos pela suspeita em contas com outros nomes.

Ao se deslocar à residência do casal suspeito, os policiais encontraram a mulher que, bastante nervosa, disse que os bens da vítima estavam em seu quarto. Durante a diligência na casa, outras vítimas da suspeita chegaram ao local cobrando produtos cosméticos e enxovais revendidos, apresentando folha de cheque repassados pela mulher.

Outras vítimas compareceram à Derf apresentando mais cheques sem fundos entregues pela suspeita e o marido. As vítimas informaram que a mulher se apresentou com diversos nomes e os dois sempre se passavam por policiais civis quando iam comprar os produtos.

O casal suspeito foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante por receptação e estelionato. Os dois foram encaminhados para exame de corpo de delito e depois à audiência de custódia da justiça.

Deixe um comentário